Governador José Melo obtém R$ 40 milhões para levar água potável a 30 cidades do interior

Essa iniciativa traz resultados em diversas perspectivas, enfatizou Melo
Essa iniciativa traz resultados em diversas perspectivas, enfatizou Melo
Essa iniciativa traz resultados em diversas perspectivas, enfatizou Melo

Aproximadamente 12,5 mil famílias do interior do Amazonas devem ser beneficiadas com a nova fase do programa “Água para Todos”. Nesta segunda-feira, 12 de setembro, o governador José Melo recebeu, em Brasília (DF), aval do Ministério da Integração Nacional para a liberação do pacote de R$ 40 milhões da segunda fase, que alcançará 30 cidades. Executado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), o programa vai contemplar 250 comunidades isoladas e que não têm redes de água para consumo humano.

José Melo se reuniu com o Ministro da Integração, Helder Barbalho, pela manhã para discutir detalhes da parceria. Metade do pacote, o equivalente a recursos de R$ 20 milhões, já entram em licitação nos próximos dias, seguindo o cronograma acertado com o ministério. O restante da verba será liberado em parcelas conforme o percentual de execução do “Água para Todos”.

“Estamos enfrentando um problema de milhares de famílias amazonenses em situação de vulnerabilidade social, que moram em comunidades isoladas, e que muitas vezes se deslocam quilômetros para conseguir água para beber. São localidades de difícil acesso, distantes das sedes municipais, o que inviabiliza a interligação aos sistemas de abastecimento de água das cidades. Nesse caso, a solução é a construção de sistemas para atendimento exclusivo. Essa iniciativa traz resultados em diversas perspectivas: é uma ação de inclusão social, de saúde pública e de melhoria da qualidade de vida”, enfatizou o governador.

jose-melo-recursos-agua-para-todos2A segunda fase do “Água para Todos” é destinada a comunidades da chamada terra firme. Consiste na instalação de um sistema de captação e tratamento de água subterrânea para abastecimento coletivo das famílias, com a implantação de poços tubulares de 65 a 100 metros, reservatórios centrais e rede de distribuição de até 1 km.

Mais de 52 mil pessoas devem ser atendidas nesta nova fase, de acordo com a SEMA. O programa chegará às calhas dos rios Purus, Solimões, Negro, Médio Amazonas, Juruá e Baixo Amazonas. “Estamos substituindo uma forma de consumo inadequada e de acesso difícil a esse importante recurso, que é a água”, disse o secretário de Meio Ambiente do Amazonas, Antônio Stroski, que acompanha o governador em Brasília.

Na primeira etapa do “Água para Todos”, a ação esteve voltada à instalação de sistemas de captação e tratamento de água de chuva nas residências. A etapa deve ser concluída em dezembro, beneficiando 10 mil famílias. Dezesseis municípios foram atendidos nas calhas dos rios Purus, Solimões, Negro e médio Amazonas, contemplando Beruri, Boca do Acre, Tapauá, Canutama, Lábrea, Pauini, Anamã, Anori, Caapiranga, Manacapuru, Manaquiri, Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira, Careiro e Itacoatiara, com a instalação de 10 mil sistemas de captação domiciliar e 404 de captação coletiva, além da substituição de dois mil telhados de palha por alumínio.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here