Gilmar Mendes diz que estudantes devem respeitar eleitores

Min. Gilmar Mendes
Min. Gilmar Mendes
Min. Gilmar Mendes

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, afirmou neste sábado que os manifestantes que ocupam escolas no país não podem desrespeitar o direito dos eleitores. “É legítimo que se façam protestos, mas é preciso também respeitar os direitos que devam ser exercidos (pelos eleitores). É preciso que haja a devida medida e acho que devemos pensar nisso de uma maneira crítica”, disse Mendes, durante cerimônia de verificação dos sistemas de urnas eletrônicas.

Cerca de 700.000 eleitores de quatro Estados (Paraná, Goiás, Pernambuco e Espírito Santo) terão seus locais de votação alterados por causa das ocupações, que já atingem 1.100 escolas. Os estudantes protestam contra a PEC 241, que impõe um teto aos gastos públicos por 20 anos.

Segundo o ministro, os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) estão fazendo um esforço extra às vésperas do segundo turno para divulgar a tempo o novo local de votação aos eleitores prejudicados pelos protestos. “Os TREs estão tomando todas as cautelas, agora é um esforço de divulgação para que o eleitor se informe a tempo para poder comparecer. Nós esperamos que isso ocorra de maneira adequada, sem maiores problemas”, disse o presidente do TSE.

Apesar das ocupaçõres, o ministro disse acreditar que segundo turno será mais pacífico do que o primeiro, devido à menor quantidade de cidades e eleitores que vão às urnas. “Tomamos todas as cautelas e redobramos em relação ao Rio de Janeiro, em relação à São Luís (MA), onde tivemos incidentes. E também agora voltamos os olhos para Porto Alegre, onde tivemos ataque a comitê. Estamos tomando todas as medidas junto aos TREs para que não haja nenhum desdobramento negativo”, completou Mendes.

com VEJA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here