Gerente Executivo do INSS em Manaus critica governo Dilma

Bergson Benjamin ocupa cargo de confiança e pode ser exonerado a qualquer momento
Bergson Benjamin ocupa cargo de confiança e pode ser exonerado a qualquer momento
Bergson Benjamin (dir.) ocupa cargo de confiança e pode ser exonerado a qualquer momento

Da Redação – Nomeado em 8 de junho de 2011 para assumir a Gerencia Executiva do órgão onde ficou até março de 2013, o economista Bergson Benjamim retornou ao cargo em 4 de junho de 2014. Durante este período não esconde ser um ferrenho crítico do governo federal. Nas redes sociais ele expressa a repulsa contra o governo da petista Dilma Rousseff, além de postar os comentários críticos e raivosos no site www.opiniaoenoticia.com.br, entre eles um se referindo a presidenta como “satanás” e criticando abertamente a politica econômica governamental e seus programas sociais.

Ao tomar conhecimento das criticas que o funcionário que ocupa um cargo de confiança vem fazendo contra o atual governo, o vice-presidente do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores no Amazonas, José Otoni Diogenes Raposo, ficou surpreso e indignado sugerindo que o gerente executivo entregue imediatamente o cargo. “Esse é o problema que ocorre com um governo de coalizão. Pessoas que são totalmente contra a polÍtica social e econômica do governo ocupando cargos de confiança. Esse gerente recebeu apoio de alguém do PMDB, partido do senador Garibaldi Alves que presidia o órgão até o ano passado. Esse rapaz não tem moral para permanecer no cargo ” disparou Otoni.

Outro petista que tomou conhecimento das criticas de Bergson Benjamin vem fazendo contra o governo federal foi o fundador do PT no Amazonas regional, o sindicalista Austregésilo Gama Cerquinho, que se posicionou contra permanência do atual gerente executivo no cargo. “Ele pode criticar o governo quando quiser, mas não poder falar mau da presidenta exercendo um cargo de confiança e essa confiança foi quebrada”, disse Gama Cerquinho.

Durante a sua gestão, o INSS foi contemplado com a construção de 18 postos de atendimento em todo o Amazonas, mas somente oito foram concluídos e entregues população. O INSS é um dos órgãos de vital importância para o desenvolvimento sócio-econômico de uma administração e a população sente a falta de uma contato mais direto com o instituto que histericamente faz um trabalho significativo para os aposentados e pensionistas brasileiro. Muita gente dentro do instituto não esconde de ninguém saudades de Ubaldino Meireles, um profissional que marcou época no Amazonas. (Kennedy Lyra)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here