Fornecimento do Proama será reestabelecido até o final de julho

O prefeito Artur Neto acompanha de perto os trabalhos e o andamento do inquérito policial
O prefeito Artur Neto acompanha de perto os trabalhos e o andamento do inquérito policial
O prefeito Artur Neto acompanha de perto os trabalhos e o andamento do inquérito policial

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, visitou novamente a plataforma de captação do Programa Águas para Manaus (Proama), na zona Leste, e garantiu que os reparos serão concluídos até o final deste mês, normalizando o abastecimento das zonas Leste e Norte. Nesta quinta-feira, 3, começaram os serviços de recuperação e até sábado, 5, os dois pilares danificados, depois que uma balsa atingiu a estrutura, deverão ser demolidos para a instalação de novas vigas.

“Essa é uma solução provisória, mas é segura e já resolverá em pouco tempo o drama de aproximadamente 50 mil pessoas que permanecem sem água. Além disso, essa alternativa não impedirá que trabalhemos nos reparos definitivos, sem que essas famílias tenham mais que ter seu fornecimento interrompido”, afirmou o prefeito.

Ainda segundo Arthur Neto, além de acompanhar constantemente o andamento dos trabalhos, ele também irá monitorar de perto o inquérito policial e da Marinha do Brasil, que investigam as condições em que o acidente aconteceu.

artur-neto-proama2“Vamos esperar o laudo, mas já se sabe que os tripulantes estavam embriagados e é estranho imaginar que uma barcaça nova perdeu o seus sistemas de frenagem e direção. Não queremos tirar conclusões precipitadas, mas também não podemos descartar a hipótese de sabotagem. Seja como for, o responsável ou os irresponsáveis que prejudicaram um patrimônio da cidade serão penalizados”, concluiu o prefeito.

De acordo com o diretor-executivo do Proama, Sérgio Ramos Elias, a ação emergencial de atendimento aos moradores da zona Leste continuará sendo ampliada, paralelo aos serviços de reparo na plataforma de capitação do Proama, tudo para minimizar o sofrimento da população.

“Já conseguimos reativar, junto com a empresa concessionária Manaus Ambiental, 21 poços artesianos e até amanhã (sexta-feira) esperamos reativar mais 20. As famílias que moram em locais onde não existem poços artesianos estão sendo atendidas por 25 carros-pipa. Esse número também será aumentado para 35. Vale lembrar que os carros-pipa estão identificados e antes da distribuição fazem o teste e recebem o certificado de qualidade da água”, explicou Sérgio Elias.

Obra provisória

Com a destruição dos pilares de sustentação da plataforma de capitação do Proama, um vão de 40 metros foi aberto. É nesse espaço que serão colocadas as vigas com a ajuda de balsas e guindastes de grande proporção. A solução provisória foi apresentada pelo engenheiro calculista vindo de São Paulo para analisar os danos causados na estrutura.

Até sábado, a parte atingida será demolida para que as vigas definitivas comecem a ser reinstaladas. Depois disso, os tubos de captação também serão retirados para verificar se sofreram avarias. Caso estejam intactos, serão novamente reutilizados. A empresa contratada para o serviço está dando o prazo de conclusão da obra para o final de julho, mas existe a possibilidade de que a data seja antecipada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here