Eleições

Fepesca reelege Walzenir Falcão para comandar setor pesqueiro do AM

Walzenir Falcão vai presidir a Fepesca no triênio 2021-2023. FOTO: Divulgação

A Federação dos Pescadores do Estado do Amazonas (Fepesca-AM) elegeu hoje (25) de manhã, em Manaus, o grupo que vai comandar a instituição no triênio 2021/2023. Por aclamação, o atual presidente da Fepesca, Walzenir Falcão, foi reeleito com apoio de 26 colônias de pescadores, que representam 26 municípios do Amazonas.

Walzenir Falcão tem 63 anos, é natural do município do Careiro da Várzea, no interior do Amazonas, e desde criança ajudava os pais que também eram pescadores.

Walzenir é também presidente da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores (CNPA), com sede em Brasília, onde defende os trabalhadores do setor pesqueiro do País.

Ao ser reeleito, Walzenir fez um balanço das ações dos últimos três anos à frente da Fepesca. Ele destacou a vitória junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), que deu ganhou de causa aos pescadores para o recebimento do seguro defeso do ano de 2015.

FOTO: Divulgação

Naquele ano, o governo Federal bloqueou o benefício para mais de 500 mil pescadores do Brasil. A medida afetou cerca de 500 mil famílias de pescadores, que tinham direito ao benefício, mas não receberam o pagamento.

“Tivemos uma grande vitória no STF, que mandou o governo Federal pagar o seguro defeso que estava bloqueado”, explicou Walzenir. “No Amazonas, mais de 60 mil pescadores vão receber o pagamento ainda neste semestre”, acrescentou.

Walzenir lembrou também as dificuldades vividas pelos pescadores diante da pandemia do coronavírus. O presidente da Fepesca ressalta que vários trabalhadores perderam a vida, pois quem vive da pesca não pode ficar em casa, esperando a pandemia passar.

“São tempos difíceis. Tivemos muitas mortes entre nossos pescadores, que trabalham todos os dias para levar o peixe às mesas dos amazonenses”, concluiu Walzenir.

Deixe um comentário