Feira irá divulgar produtos agrícolas durante Festa do Cupuaçu, em Figueiredo

Paralelamente à 27ª edição da Festa do Cupuaçu, a Prefeitura de Presidente Figueiredo realiza também a 21ª Feira Agroindustrial e de Negócios, por meio da Secretaria Municipal de Abastecimento Desenvolvimento Agrícola, Aquícola e Pesqueiro (Semada) e em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Amazonas (Sebrae). A feira tem como objetivo potencializar a agricultura no município e apresentar os principais atrativos e novidades dos setores agrícola, pesqueiro e minerador.  

De acordo com o titular da Semada, Ricardo Matos, vinte estandes estarão abertos à visitação do público durante todos os três dias do evento. “A feira tornou-se uma excelente oportunidade de fomento da economia local, visto que tem a finalidade de divulgar o trabalho das indústrias de Figueiredo, do agronegócio, da produção agrícola, pesqueira e da mineração. A exposição de todo esse trabalho movimenta a economia, atraindo novos produtores e investidores”, afirmou o secretário.

Ainda segundo Ricardo Matos, alguns dos estandes serão destinados para expor os trabalhos realizados na piscicultura. “Hoje, dispomos de aproximadamente 40 viveiros, todos espalhados pela zona rural do município”, informou.  

Estimativas 

Conforme estimativa da Prefeitura de Presidente Figueiredo, aproximadamente 300 mil pessoas devem passar pelo município durante os três dias de festa. Com esse volume de visitantes, o comércio deve movimentar cerca de R$ 7 milhões na cidade.  Assim como nas festividades do Carnachoeira, realizado entre os dias 25 e 28 de fevereiro deste ano, a Prefeitura, em ação conjunta com a Secretária de Turismo, irá manter a parceria firmada com os comerciantes do município. A ideia é oferecer preços mais acessíveis e, consequentemente, atrair um número maior de pessoas, visto que, nas edições passadas, tanto na festa de Carnaval, quanto na Festa do Cupuaçu, os preços altos acabavam afastando o público visitante. 

Um levantamento feito junto aos comerciantes da região após o período do Carnaval aponta que a parceria deu certo e que o crescimento nas vendas e atendimentos durante o evento alcançou mais de 200% em determinados estabelecimentos. Isto é, mais que o triplo em comparação aos dias normais. Para atender à demanda, foi necessário crescer o efetivo de funcionários, como explica Tales Pacheco, dono de um restaurante situado na área central da cidade. 

“Recrutamos dez funcionários temporários, pois os cinco contratados não conseguiram dar conta da demanda, até porque tivemos que estender o horário de atendimento para atender todos os clientes. O movimento foi muito intenso e tivemos que atender durante 24 horas. Estou confiante de vender ainda mais durante a Festa do Cupuaçu. Estamos nos preparando para isso”, disse. Ainda de acordo com o empresário, o restaurante recebe em média 300 clientes por dia. No período do Carnaval, foram registrados aproximadamente mil atendimentos diários, um aumento de 233%. 

Equipe 

Na organização da festa, prefeitura conta com uma comissão que envolve servidores de todas as secretarias do município (Cultura, Turismo, Comunicação, Saúde, Obras, Meio Ambiente e Assistência Social) para oferecer estrutura adequada ao público que virá prestigiar o evento e o suporte necessário aos empreendedores. Os órgãos de segurança pública do Amazonas também compõem a equipe de trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here