Família recebe ajuda para translado do corpo da jovem que teve morte cerebral no Rio

Um prefeito do interior do Amazonas, sabendo da história da jovem Viviane, 26, que teve morte cerebral num Hospital de Niterói-RJ e a família não tinha condições para pagar a remoção do corpo, entrou em contato com a família e se responsabilizou pelo translado do corpo da moça para Manaus.

A ajuda foi intermediada pelo BLOGdaFloresta, que conhecendo a situação, apresentou ao prefeito, o qual se sensibilizou com o caso e resolveu ajudar.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here