Expansão do atendimento dará mais qualidade à saúde pública, diz José Melo

Nos esforçamos em promover as melhorias no atendimento humanizado tanto na capital quanto no interio, afima Melo
Nos esforçamos em promover as melhorias no atendimento humanizado tanto na capital quanto no interio, afima Melo

Até o próximo mês de abril, o Amazonas terá ampliada a capacidade de atendimento na rede pública  de  saúde  com  a  conclusão  da  primeira  etapa  do  Hospital  e  Pronto  Socorro  da  Zona Norte  e  com  a  entrega  da  expansão  do  Hospital  Universitário  Francisca  Mendes  (HUFM), localizado no bairro Cidade Nova 2, Zona Norte de Manaus.

A garantia foi dada pelo governador em exercício José  Melo nesta sexta-feira  (3) após vistorias às  obras  que  somam  juntas  um  investimento  total  de  R$  459  milhões,  dos  quais  R$  413 milhões  foram  destinados  especificamente para a construção do novo centro hospitalar e  R$ 46 milhões  para a expansão do HUFM, que ganha mais cinco andares  para se tornar  centro de referência pela qualidade no serviço em cardiologia clínica e cirúrgica da rede pública na região Norte.

O novo hospital da Zona Norte e a  expansão  do Francisca Mendes  são  algumas  das  respostas  às  necessidades  da  população, destaca o vice governador
O novo hospital da Zona Norte e a expansão do Francisca Mendes são algumas das respostas às necessidades da população, destaca o vice governador

Sobre essa qualidade e humanização no atendimento, Melo considerou que a saúde do Estado vem conquistando avanços importantes em  áreas  como cardiologia,  radiologia, traumatologia, hemodinâmica e no uso da  telemedicina, serviço coordenado pela Universidade do  Estado do Amazonas (UEA), HUFM e Secretaria de Estado da Saúde (Susam).  Conforme  o governador, de
novembro  de  2008  quando  foi  implantada  a  teleconsulta  até  dezembro  de  2013  foram laudados mais de 65 mil exames eletrocardiográficos à distância, realizados em 51 municípios de todo o Estado.

“A  entrega dessa primeira etapa  do novo hospital da Zona Norte e a  expansão  do Francisca Mendes  são  algumas  das  respostas  às  necessidades  da  população,  que  sempre  reivindicou mais qualidade na saúde pública amazonense. Se alcançamos a excelência em alguns setores e estamos avançando em outros é porque nossa administração ouviu esses pleitos e se esforçou
em promover as melhorias no atendimento humanizado tanto na capital quanto no interior, o que é motivo de grande orgulho para nós”, afirmou o governador.

O HUFM tem atualmente 125 leitos de internação e duas UTI’s, uma com 11 leitos e outra com oito,  inaugurada  recentemente  para  atender  os  pacientes  do  pós-operatório  da  cirurgia cardíaca.  Com  a  expansão,  o  hospital  terá  mais  41  leitos,  dos  quais  dez  serão  da  UTI  para adultos, 21  da  enfermaria pediátrica e  dez da UTI  infantil. Já o Hospital  e Pronto-Socorro  da
Zona Norte terá 300 leitos ao todo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here