Enchente evolui e Defesa Civil do AM coloca novos municípios em Situação de Alerta

Benjamin Constant, no Alto Solimões, está em fase de análise pela Defesa Civil estadual
Benjamin Constant, no Alto Solimões, está em fase de análise pela Defesa Civil estadual

A Defesa Civil do Amazonas incluiu hoje, 28, na lista de “Situação de Alerta” 20 novos municípios das calhas do Médio Solimões e Médio Amazonas, e coloca em “Atenção”,  mais quatro cidades das calhas do Madeira e Negro incluindo Manaus. Além disso, o órgão analisa decretos de Emergência de pelo menos quatro municípios afetados pela enchente.

“O desastre está evoluindo gradualmente e a Defesa Civil do Estado, que está trabalhando na minimização dos impactos, enviará técnicos para as calhas mais prejudicadas no intuito de avaliar os possíveis danos e agilizar o processo de decretação de Emergência caso seja necessário”, disse o Secretário Executivo da Defesa Civil do Amazonas, coronel Fernando Pires Júnior.

Situação de Alerta- Em Alerta entraram Jutaí, Coari, Fonte Boa, Uarini, Alvarães, Tefé, Codajás, Manacapuru, Iranduba, Anori, Maraã, Careiro Castanho,  Anamã e Manaquiri todos na calha do Médio Solimões. Da calha do Médio Amazonas foram incluídos Itacoatiara, Autazes, Silves, Itapiranga, Urucurituba, e ainda, Careiro da Várzea localizado na calha do Amazonas.

No caso de Envira, na calha do Juruá, que estava em Situação de Alerta, o nível do rio voltou ao normal e o município saiu da lista de enchente do órgão.

Situação de Atenção- Passaram a integrar a lista de Atenção Borba e Nova Olinda do Norte localizados no Baixo Madeira e na calha do Negro, Novo Airão e Manaus.

Análise de decretos- Benjamin Constant e Atalaia do Norte no Alto Solimões, Caapiranga, localizado no Baixo Solimões e Juruá, na calha do Juruá, decretaram Situação de Emergência por conta da enchente, mas os processos estão em análise na Defesa Civil AM. 

Visita Anamã- Técnicos da Defesa Civil AM serão deslocados nos próximos dias para a cidade de Anamã, na calha do Médio Amazonas, para analisar os impactos da enchente, as ações de resposta à população e ainda a documentação para processo do decreto de Emergência, se for o caso.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here