Em seis dias, Detran-AM flagra 52 motoristas alcoolizados

Foto: Divulgação/Detran-AM

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) flagrou, entre terça-feira (22) e a madrugada de segunda-feira (28/10), 52 motoristas dirigindo sob efeito de álcool, no decorrer da operação da Lei Seca, em Manaus. Durante as abordagens, 1.417 veículos foram fiscalizados, sendo 860 carros e 557 motocicletas. Ao todo, foram realizados 775 testes de alcoolemia (bafômetro) no período.

Ao longo dos seis dias, os agentes de trânsito aplicaram 359 multas e recolheram 63 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) e 57 Certificados de Registro de Licenciamento Veicular (CRLV). Ao todo, 91 veículos foram recolhidos ao parqueamento do órgão por irregularidades, sendo 58 carros, 32 motocicletas e um caminhão baú.

No feriado prolongado, a Operação Lei Seca ocorreu por meio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Detran-AM) e em parceria com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), Polícia Civil e da Agência Reguladora dos serviços Públicos do Amazonas (Arsam), em diversas zonas da capital e da região metropolitana de Manaus, com reforço nas entradas e saídas da cidade.

Quatro pessoas foram apresentadas nos Distritos Integrados de Polícia. Entre sexta (25) e a madrugada do domingo (27/10), três homens foram apresentados no 12° DIP por dirigir alcoolizados, e um deles também por lesão culposa de trânsito. Na noite do domingo, uma mulher foi encaminhada ao 19° DIP por posse de substância entorpecente após flagrande na Avenida do Turismo.

As operações fazem parte da rotina de fiscalização do Detran-AM, determinada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). O objetivo é promover a ordem e bem-estar social no trânsito, além de eventuais autuações quanto ao cometimento de infrações penais. A ação integrada faz parte da estratégia do Sistema de Segurança Pública do Governo do Amazonas para a redução dos índices de criminalidade e ocorrências no trânsito.

O coordenador de operações do Detran-AM, David Fernandes, reforçou que a conscientização da população é um fator determinante para a promoção de um trânsito seguro. “Voltamos a pedir que a população não dirija após ingerir bebida alcoólica e que dirija com atenção, nao utilizando o celular. E que tenha todos os cuidados para que tenhamos um trânsito seguro e de paz”, disse.

Os veículos recolhidos foram removidos para o Parqueamento do Detran-AM, localizado no bairro Planalto, zona centro-oeste de Manaus, até que os proprietários regularizem as pendências.

Infração – Beber e dirigir é infração gravíssima, com multa prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) de R$ 2.934,70. O motorista que for flagrado nessas condições responde a processo administrativo, que prevê a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação por um ano. Em caso de reincidência em 12 meses, o valor da multa dobra.

Caso o flagrante aponte um nível de álcool no sangue a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, além da punição na esfera administrativa, o condutor responde por crime de trânsito. Nesse caso, a legislação prevê detenção de seis meses a três anos, após instrução do processo na Justiça.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here