Em Carauari, prefeitura tenta solução para idoso que se recusa a sair de barraco destruído

O barraco foi construído pelo próprio Nelson (Foto: Luciano Marinho e Ronilson Campelo)
O barraco foi construído pelo próprio Nelson (Foto: Luciano Marinho e Ronilson Campelo)

O idoso Nelson Ferreira de Araújo, de 64 anos, vive em um barraco em uma área de risco no bairro Ponte do Futuro, no município de Carauari (a 542 quilômetros de Manaus). A Prefeitura da cidade estuda uma forma de resgatar o homem que mora há 8 anos no local. O Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) foi acionado para acompanhar o caso.  

Quem passa perto do barraco onde o homem reside consegue sentir o forte odor. Como Nelson não sai há um bom tempo, ele realiza todas as suas necessidades dentro do local. Os alimentos chegam por meio de uma pequena janela que fica localizada na porta da frente.

Em entrevista ao Portal A Crítica, o coordenador da Defesa Civil do município, Wilson Costa, comenta que os órgãos consideram a área como de risco. Mas o homem se recusa a deixar o local.

“Um dia fomos realizar uma atividade para as famílias vitimas da enchente nas proximidades. Quando vi uma grande quantidade de entulho. Logo disse para os meus companheiros que precisávamos tirar aquilo daquela área, porque poderia prejudicar quando chovesse. Mas os moradores me falaram que ali morava um homem. Fiquei surpreso”, relatou o coordenador.

Conforme o coordenador da Defesa Civil, a situação do Nelson dentro do barraco é muito desconfortável. Por conta dos entulhos, o idoso não consegue ficar em pé e tem direto contato com a água em época de chuva. Uma irmã dele mora no município, mas a mesma não possui condições de cuidar dele. “A situação desse homem dentro do barraco é horrível. Alguns moradores comentam que ele fica dentro de uma geladeira. Mas acredito que ele fica sentado ou deitado, porque não consegue se mexer muito. Não conseguimos ver o rosto dele, porque o cabelo está muito grande. Queremos retirar o Nelson daquele local, mas não podemos realmente chegar e fazer isso sem planejamento, porque esse idoso há muito tempo não é sociável”, comentou.

O coordenador Wilson também informa que a Prefeitura de Carauari junto com secretária de saúde acionou o Ministério Público do Estado para acompanhar o caso. Nesta quarta-feira (26), será realizada uma reunião com um promotor para que seja estudada a retirada do homem do local. A expectativa é que Nelson possa sair do barraco até o fim da semana.

“Vamos nos reunir com o MPE. Queremos ser aconselhados de como podemos retirar esse homem dessa situação, porque ele está há muito tempo fora do convívio da sociedade. Ele até possui uma irmã que reside no município, mas ela já nos avisou que não tem condições de cuidar dele”, disse o representante da Defesa Civil.

Posição da Prefeitura

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Carauari informou que acompanha o caso de Nelson Ferreira de Araújo. Segundo o órgão, representantes do município entregam diariamente mantimentos para o homem e estuda uma forma junto com a Defesa Civil e o Ministério Público para retirar o cidadão do local.

A Prefeitura também relatou que os órgãos acreditam que Nelson sofra de problemas psicológicos, além de distúrbio de identidade, já que durante as constantes conversas são registradas trocas rápidas de emoções.

(DO PORTAL A CRÍTICA)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here