Em 2017, ações de infraestrutura da Prefeitura foram levadas para toda a cidade

As ações de recapeamento em ruas e avenidas, revitalização de espaços públicos, reforma de passagens inferiores, construção de pontes, manutenção em bueiros, além de serviços pontuais, como implantação de drenagens, dragagens, construção de passeios e calçadas, escavações e aterros estão no balanço de obras executadas pela Prefeitura de Manaus no ano de 2017, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). 

Somente as ações de tapa-buracos atenderam a mais de 8,5 mil vias em 65 bairros da cidade. Grandes corredores viários, como a rua Engenheiro Vilar Fiúza da Câmara e Antônio Matias, no São José, na zona Leste;  São Judas Tadeu e Barão de Indaiá, em Flores, na zona Centro-Sul; e Rita Gama Barros, no Dom Pedro e São Pedro, na Compensa, zona Centro-Oeste, receberam revitalização asfáltica para garantir uma melhor trafegabilidade. 

O prefeito Artur Virgílio Neto garantiu que o ritmo da infraestrutura em Manaus irá aumentar nos próximos meses. “Este ano, priorizamos corredores viários em diferentes zonas da cidade, recuperamos e criamos novos espaços de lazer e também entregamos a Praça da Matriz, uma grande obra de ressignificação do centro histórico. Vamos aumentar esse ritmo de trabalho em 2018, pois conseguimos um empréstimo de 250 milhões junto a Caixa Econômica Federal que serão investidos massivamente em drenagem e recuperação de pontes em toda a cidade” assegurou o prefeito. 

Espaços públicos também foram recuperados, novas praças surgiram com academias ao ar livre, pistas de skate, pista de caminhada, playground, iluminação nova, arborizações e, o mais importante, levaram qualidade de vida e bem-estar aos manauaras. 

“Desde o início da gestão, orientados pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, procuramos melhorar a infraestrutura oferecida ao cidadão em diversas áreas, não apenas no lazer. Uma das nossas maiores preocupações é de ampliar o atendimento na saúde e na educação”, destacou o vice-prefeito e secretário de Infraestrutura, Marcos Rotta. 

Drenagem 

Entre os mais de 21 mil metros de tubulação implantados neste ano, estão recuperação e construção de novas linhas de drenagem, ampliação das redes com a inserção de tubos mais largos, substituição de material comprometido, entre outras obras que hoje não estão mais aparentes, mas que, para as comunidades, têm valor e significado real, principalmente em dias de chuva. 

Uma das grandes ações de infraestrutura realizada foi a reconstrução da rua das Joias, no bairro Jorge Teixeira. Até pouco tempo, o único acesso da comunidade era por uma estreita escadaria. Mas hoje, com os serviços da Prefeitura de Manaus, o cenário está completamente modificado. Mais de 200 metros de via foram abertos, receberam massa asfáltica, instalação de meio-fio e sarjeta. A mudança foi recebida com entusiasmo por mais de 400 famílias que moram no local. 

Outro destaque é a recuperação total de aproximadamente quatro quilômetros da avenida do Futuro, uma das principais vias do bairro Tarumã, zona Oeste. A manutenção da via é considerada de extrema importância para a comunidade, pois o número de reclamações e insatisfação da população em relação ao estado que a via estava era bastante acentuado.    

Mais de 3,5 mil caixas coletoras receberam reparos de tampas e gradis. Já nas drenagens superficiais – que são instalações de meio-fio, sarjeta e canaletas – foram trabalhados 54.242 metros. Serviços de dragagens em igarapé alcançaram 80 quilômetros. 

Tapa-Buraco e drenagem superficial 

Os mutirões de infraestrutura, com a execução de serviços de tapa-buraco, com implantação de meio-fio, sarjeta e canaleta, também foram constantes. Com uma força-tarefa em todos os 16 distritos de obras da Seminf e 800 homens, mais de oito mil ruas foram contempladas com infraestrutura. 

Na zona Norte, pode-se destacar o mutirão de serviços no bairro Cidade Nova, contemplando as comunidades Riacho Doce, Oswaldo Frota e Campo Dourado, assim como nas demais zonas da cidade. 

A zona Rural também vem recebendo serviços de infraestrutura. No ramal do Pau Rosa, localizado no quilômetro 21 da BR-174, trabalhos de asfaltamento, terraplanagem, drenagem e reforma da unidade de saúde foram realizados.  

Os ramais do Cueiras, Bela Vista, Usina, do Dantas, do Diamante do Norte, dos Bons Amigos, da Mônica e da Caveira, também receberam serviços. “O trabalho na região não é uma tarefa fácil, mas o prefeito Arthur Neto e eu estamos encarando o desafio com muita responsabilidade para melhorar a qualidade de vida também dos nossos irmãos das zonas rurais”, disse Rotta. 

Na comunidade do Puraquequara foram quase 20 quilômetros de via que estão recebendo reparos e serviços de tapa-buraco. No ramal do Nova Esperança, localizado no quilômetro 10 da BR- 174, cinco novos pontos de drenagem profunda foram executados. Os serviços irão oferecer melhor acesso às comunidades da região, que trabalham com agricultura, além de melhorar a acessibilidade de mais de 200 estudantes que moram na área e precisam se locomover até o ramal do Pau-Rosa. Além de implantação de redes de drenagem, em um trecho do ramal será feito o alargamento de 25 metros de pista para dar maior segurança no tráfego de veículos.   

Recapeamento 

Os principais corredores viários da cidade, por onde passam ônibus e outros veículos pesados, receberam obras de recapeamento total em 6 mil quilômetros para nivelar o pavimento e melhorar a fluidez do tráfego. Para a execução desse serviço, a primeira etapa é a fresagem da pista, ou seja, a remoção controlada de uma ou mais camadas do pavimento. Em seguida tem início a pavimentação da avenida, com  Concreto Betuminoso Usinado à Quente CBUQ (asfalto quente), que possui melhor qualidade e maior durabilidade. 

Durante o período de recapeamento, algumas vias da cidade são tomadas por máquinas do tipo rolo compressor, caçambas e de acabamento asfáltico. Os trabalhos são realizados sempre durante a noite para não interferir na rotina de motoristas e transeuntes locais. 

Entre os corredores viários revitalizados estão a rua Engenheiro Vilar Fiúza e Antônio Matias, no São José; rua Borba e Humaitá, na Cachoeirinha; Benjamim Constant, em Petrópolis, na zona Sul; e outras. 

Alças viárias 

Nesses quatro anos, a cidade ganhou novas alças viárias que, apesar de serem pequenas intervenções, provocaram significativas melhorias no trânsito em vários pontos. 

Novas alças foram instaladas na avenida do Turismo, no Tarumã; avenida Jacira Reis, no São Jorge, na avenida Desembargador João Machado, avenida Professor Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras e João Câmara, no Novo Aleixo. Com essa intervenção, o complexo ganhou mais fluidez, reduzindo em até 23% a circulação de veículos na rotatória, segundo dados do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans). 

Arte Urbana 

Com pinturas que retratam a história e o cotidiano de Manaus, uma parceria entre a Prefeitura e artistas, o grafite começou a dar vida nova às paredes de concreto dos viadutos e passagens de nível da cidade. A ideia é transformar esses locais em atrativos turísticos. 

Entre os viadutos que receberam as artes, estão o da avenida Djalma Batista com Boulevard Álvaro Maia, Djalma Batista com Darcy Vargas e Constantino Nery com Darcy Vargas. E, para 2018, novos projetos de embelezamento da cidade também estão previstos.  

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here