Em 10 meses, Adriano Jorge realizou mais cirurgias do que todo o ano de 2017

(Foto: Divulgação)
O número de cirurgias ortopédicas realizadas na Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), entre janeiro a outubro deste ano, foi 32% maior que o registrado em todo o ano de 2017. De acordo com dados da unidade, até outubro, foram realizadas 1.586 cirurgias, contra 1.203 em todo o ano passado. A unidade é referência em Ortopedia e Traumatologia.
O resultado obtido pela FHAJ é fruto da ampliação para os sábados dos plantões de cirurgias ortopédicas de alta complexidade. A medida foi adotada pela atual gestão da Secretaria Estadual de Saúde (Susam), com o objetivo de reduzir o tempo de espera para esse tipo de procedimento na unidade.
“De início, visamos a especialidade de maior demanda: joelho. O serviço de ortopedia da FHAJ realizou reavaliação dos pacientes e foram operadas 239 pessoas até 5 de novembro”, conta a diretora-presidente da FHAJ, Christianny Sena. “Também ampliamos o número de cirurgias de quadril, a segunda maior demanda, considerando o número de pacientes aguardando e também a complexidade desse tipo de cirurgia”, complementa a diretora.
Ampliação dos plantões – Com a ampliação dos plantões, o hospital teve um aumento semanal de 22,5% no número de cirurgias ortopédicas. Os procedimentos incluem cirurgias em joelho, quadril, braço e ombro.
“Essa foi uma das medidas que adotamos para permitir que as pessoas que necessitam desse tipo de procedimento sejam atendidas em menor espaço de tempo”, destacou o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato.
Os plantões aos sábados na FHAJ somaram-se à programação semanal de cirurgias que já era realizada normalmente no hospital. “Com essa e outras medidas adotadas, foi possível atender aquelas pessoas que estavam esperando há muito tempo para fazer esse tipo de cirurgia”, afirmou Deodato.
Ressonância – Outra medida tomada pela Susam, logo no início da atual gestão, e que aumentou a produção da FHAJ, foi a reativação da máquina de ressonância da unidade, ainda em novembro do ano passado. Na ocasião, o aparelho estava inoperante há três meses, por conta de problemas técnicos. Em pleno funcionamento, o equipamento tem a capacidade de atender até 25 pacientes por dia.
Ampliação de leitos – A capacidade de atendimento na FHAJ também foi ampliada, este ano, com a entrega de uma ala de enfermarias com 47 novos leitos de internação. O espaço ocupa o quarto andar da unidade, que passou por uma ampla reforma. Os novos leitos atendem tanto os pacientes da unidade, como são, também, retaguarda aos de hospitais da rede de urgência e emergência, como 28 de Agosto, João Lúcio e Platão Araújo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here