Dom Leonardo Ulrich Steiner é o novo arcebispo de Manaus

Dom Leonardo Steiner foi nomeado pelo Papa Francisco na manhã desta quarta-feira (27)

A Arquidiocese de Manaus apresentou, nesta quinta-feira (28), o novo arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Ulrich Steiner, sucessor de Dom Sergio Castriani, que pediu renúncia por questões de saúde. A coletiva aconteceu na Residência Episcopal, na Avenida Joaquim Nabuco, Centro da capital.

Dom Leonardo Steiner foi nomeado pelo Papa Francisco na manhã desta quarta-feira (27). A nomeação do novo arcebispo de Manaus foi divulgada no Jornal ‘L’Osservatore Romano’. Ele é, atualmente, bispo auxiliar de Brasília e vai assumir a Arquidiocese de Manaus, a maior da Amazônia, no dia 31 de janeiro de 2020, às 18h, na Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Conceição. Dom Sergio Castriani permanece administrador apostólico até o dia da posse.

Durante a coletiva de imprensa, o arcebispo ressaltou a importância da Amazônia e o papel da igreja na região. “A floresta amazônica é fundamental não apenas para o Brasil, ela é fundamental para o mundo. O plano pastoral está elaborado, vou dar procedimento a esse plano e aplicar não somente na cidade, como nas comunidades ribeirinhas da floresta amazônica. A fé é justamente a possibilidade da pessoa integrar a sua existência dentro do sofrimento, das buscas, das frustrações, das alegrias. Levar a fé aos que necessitam é primordial para a existência humana, essa é a primeira tarefa da igreja”, disse Dom Leonardo.

Dom Leonardo Ulrich Steiner nasceu no dia 6 de novembro de 1950, em Forquilhinha (SC). Ingressou na Ordem dos Frades Menores (OFM) no dia 20 de janeiro de 1972, quando foi admitido no Noviciado da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil.

Cursou filosofia e teologia em Petrópolis (RJ), de 1973 a 1978, quando os dois cursos eram integrados. Foi ordenado padre pelas mãos de dom Paulo Evaristo Arns, seu primo, no dia 21 de janeiro de 1978.

Por sua formação pedagógica, Dom Leonardo assumiu trabalhos na área da educação, compondo os quadros de professores das suas casas de formação. De 1981 a 1982, concluiu o curso de pedagogia, e de 1987 a 1994 tornou-se ‘mestre de noviços’.

A partir de 1995, o frei Ulrich foi para o Pontifício Ateneu Antoniano, em Roma, onde fez mestrado e doutorado em filosofia. De 1999 a 2003 exerceu a função de secretário geral do Pontifício Ateneu Antoniano.

De volta ao Brasil, frei Ulrich foi nomeado vigário da paróquia do Senhor Bom Jesus, em Curitiba (PR), onde também passou a lecionar na Faculdade de Filosofia São Boaventura.

FONTE: ACRÍTICA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here