Direitos das Pessoas com Aids e Tuberculose serão discutidos hoje na Defensoria Pública do AM

A Frente Parlamentar Mista de Enfrentamento e Defesa dos Direitos das Pessoas com IST/HIV/AIDS e Tuberculose (FRENDHAT), cujo objetivo é articular ações em conjunto com o poder público e a sociedade civil, vai se reunir nesta segunda-feira, 12, a partir das 14hs, para discutir a Cirurgia Reparadora de Lipodistrofia, com a Defensoria Especializada na Promoção e Defesa dos Direitos Relacionado à Saúde, cujo titular é o defensor público Arlindo Gonçalves.

A Lipodistrofia é uma doença decorrente do uso contínuo de antirretrovirais visando combater a Aids e afeta a autoestima da pessoa por causar inúmeras alterações em sua anatomia, tais como acúmulo de gordura no abdômen, alargamento da região posterior do pescoço, aumento do volume das mamas nas mulheres, perda de gordura na face, nas nádegas, nos braços e pernas.

Muitas vezes ocorre o afinamento dos membros superiores e inferiores e os músculos e vasos sanguíneos superficiais podem ser visualizados. De acordo com especialistas, o agravante é que a Lipodistrofia provoca o abandono da terapia antirretroviral e o consequente agravamento da doença. 

A Frente Parlamentar Mista de Enfrentamento e Defesa dos Direitos da Pessoa com DST/HIV/AIDS e Tuberculose é presidida pelo deputado Luiz Castro.

A reunião será na sede da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), na Avenida Maceió, 307 – Nossa Sra. das Graças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here