Detida, suposta mulher de atirador se dizia ‘mãe orgulhosa’ no Facebook

Marilou Danley, companheira do atirador de Las Vegas, foi localizada pela polícia e prestará depoimento (Imagem: Reprodução/Facebook)
Marilou Danley, companheira do atirador de Las Vegas, foi localizada pela polícia e prestará depoimento (Imagem: Reprodução/Facebook)

LAS VEGAS — Após o maior ataque armado da História dos EUA, a polícia acredita ter localizado Marilou Danley, a companheira do atirador Stephen Paddock, que matou 50 pessoas e deixou mais de 200 feridos em um tiroteio num festival de música country em Las Vegas. Ainda não há detalhes se a polícia procura Marilou por ser suspeita de envolvimento no ataque, já que o xerife local só a descreveu como uma associada.

A mulher asiática, de 62 anos, viajava com Paddock antes do ataque e poderia morar junto com o atirador, que foi morto. Ainda não está claro o tipo de relação que eles poderiam ter. Em seu perfil do Facebook, que já foi excluído, Marilou se descreve como “uma mãe orgulhosa e avó que vive a vida ao máximo”. Sua página era repleta de fotos de familiares e viagens.

Já no LinkedIn ela dizia que era uma profissional de jogos de azar e cassinos, que vivia em Reno, Nevada. Entre 2010 e 2013, ela trabalhou como recepcionista no Atlantis Casino Resort Spa. Desde a sua saída deste emprego, ela não trabalhou oficialmente em nenhum lugar. Dados públicos mostram que Marilou vivia no mesmo endereço que o atirador desde janeiro deste ano. Ela já morou em diversas estados americanos como Nevada, Ohio, Arkansas e Tennessee.

A casa de Paddock, de 64 anos, em Mesquite, no estado de Nevada está sendo averiguada. Paddock está sendo descrito como um “lobo solitário”, que não tem ligações com grupos terroristas. Seus motivos ainda são desconhecidos. Uma equipe da Swat realizou uma explosão controlada para entrar no quarto que ele estava no 32º andar do hotel Mandalay Bay.

Paddock atirou contra um show com 40 mil pessoas do 32º andar do hotel Mandala Bay, localizado na avenida central Strip, onde acontecia a terceira e última noite do evento musical. O ataque começou pouco depois das 22h (horário local). A polícia encontrou diversas armas no quarto do hotel que estava sendo ocupado pelo atirador.

>>>Agência O Globo

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here