Política

Dermilson Chagas é o relator do processo de cassação de Joana Darc

O parlamentar disse que dará prazo suficiente para a deputada se defender, obedecendo ao direito da ampla defesa.

O deputado Dermilson Chagas foi escolhido para ser o relator do processo de cassação da deputada Joana Darc (PL), que, acusou, em dezembro do ano passado, o deputado Roberto Cidade de oferecer dinheiro para os demais deputados para votarem em uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que alterou as regras para a eleição da Mesa Diretora da Casa e que permitiu adiantar a escolha dos novos membros, que, até então, era pautada para a última reunião ordinário do ano.

O novo presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE), deputado Roberto Cidade, foi eleito pelos próximos dois anos, com um placar de 16 votos contra oito, no dia 3 de dezembro de 2020. Segundo a deputada Joana Darc, o deputado Roberto Cidade teria oferecido o valor de R$ 200 mil a vários parlamentares.

“Eu acabei de receber a notificação de que eu fui escolhido para ser o relator processo de cassação da deputada Joana Darc, mas irei consultar a Procuradoria porque eu e o deputado Wilker Barreto, como membros do partido (Podemos), demos entrada no pedido de cassação, logo não posso ser o acusador e o inquisidor, no meu entender”, disse o deputado.

Caso não haja nenhum entrave para que o parlamentar faça a relatoria, o deputado irá dar prosseguimento ao devido processo legal. “De antemão, eu já antecipo à deputada Joana Darc que traga um recibo, uma filmagem ou uma fotografia de alguém recebendo, entregando ou negociando duzentos mil reais. E o prazo dela eu vou dar em dobro, que é mais do que justo, é ampla defesa”, afirmou Dermilson Chagas.

*Com informações da assessoria

Deixe um comentário