Dermilson Chagas diz que PP fecha questão em torno de Belarmino Lins

(Imagem: Reprodução)

Segundo o deputado estadual Dermilson Chagas, o Partido Progressista (PP) vai se reunir até sexta-feira (11) desta semana para fechar questão no apoio à candidatura do deputado Belarmino Lins à presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM) para o biênio 2019/2020.

A reunião, de acordo com o parlamentar, constará em ata e convalidará um acerto ocorrido há cerca de um mês quando, em encontro com o presidente regional da sigla, empresário Francisco Garcia, os deputados reeleitos Dermilson e Belarmino combinaram com os eleitos Mayara Pinheiro e Álvaro Campêlo que o partido disputaria unido o processo eleitoral visando a conquista da presidência da Aleam.

“Eu mesmo abri mão da minha candidatura a presidente para que o nosso partido caminhasse unido nesse processo em apoio a uma candidatura única, que é a do nosso companheiro Belão, estamos com ele e vamos vencer a batalha de votos no dia 1º de fevereiro”, afirma o parlamentar, membro do grupo de coordenação da campanha de Belarmino Lins juntamente com os deputados Adjuto Afonso (PDT), Abdala Fraxe (Podemos) e Álvaro Campêlo (PP).

Contra baixaria  

Dermilson Chagas lamenta que o processo presidencial da Aleam esteja sendo maculado por “fake news” e outras baixarias nos últimos dias. Conforme ele, em vez da exposição de ideias e propostas, um determinado candidato usa as redes sociais para divulgar notícias falsas com o objetivo de atingir negativamente a imagem do deputado Belarmino Lins.

Ele também lamenta que conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) estejam influenciando o processo, exercendo pressão sobre parlamentares eleitos e reeleitos. “Um desses conselheiros, inclusive, foi acusado por um colega seu, em plena sessão plenária do TCE, de achacar prefeitos interioranos, o que levou o advogado Carlos Santiago a pedir providências à Corregedoria-Geral da Corte de Contas no sentido de apurar a acusação”, frisou Dermilson, apelando em favor de “bom senso, paz e respeito” na corrida presidencial do Poder.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here