Delegacia do Idoso alerta sobre golpe na hora do saque em caixas eletrônicos

O motivo são os crescentes casos envolvendo saques irregulares em contas de idosos

A Delegacia Especializada em Crimes Contra o Idoso (CECCI) faz um alerta sobre o perigo do aposentado ou pensionista ir desacompanhado às agências bancárias realizar transações financeiras. O motivo são os crescentes casos envolvendo saques irregulares em contas de idosos, registrados na delegacia. Entre janeiro e fevereiro deste ano, já foram feitas oito queixas de fraudes desse tipo.

Ano passado, foram registrados 49 casos de fraudes bancárias envolvendo idosos, conforme dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). De acordo com a titular da especializada, delegada Ivone Azevedo, as denúncias são referentes a retirada de valores das contas bancárias logo após utilização dos caixas eletrônicos, principalmente no final do mês, quando são pagos as aposentadorias e benefícios sociais.

A delegada adianta que vai realizar, nos próximos meses, uma ação, junto com outros órgãos de fiscalização, nas agências bancárias da capital, para orientar clientes e gerentes das instituições sobre os cuidados que devem ser tomados para evitar esse tipo de crime.

“Às vezes o idoso pede ajuda de terceiros, que se aproveitam de uma distração e fazem o saque de todo o benefício dele, que fica no prejuízo. Então vamos conversar com os gerentes desses bancos para que redobrem a atenção nos dias de pagamento para prestar esse auxílio e o idoso não corra o risco de ter seu dinheiro furtado”, salientou.

Ivone Azevedo ressalta a necessidade de o idoso procurar a delegacia especializada e registrar Boletim de Ocorrência caso seja vítima desse tipo de crime. Ela também destaca alguns cuidados que devem ser tomados por idosos e familiares ao irem às agências. “De preferência é melhor que o idoso esteja acompanhado de alguém de confiança no dia do recebimento do pagamento”, reforçou.

Outra medida de segurança é solicitar apenas de funcionários dos bancos orientações de saques e transações. “Não se deixem levar por desconhecidos bem vestidos e que se mostrem interessados em ajudar”, disse.

Outros cuidados – Além de problemas com saques bancários, outra questão envolvendo as finanças de idosos também chama a atenção entre as ocorrências registradas na Delegacia do Idoso: a realização de empréstimos sem autorização em instituições bancárias e financeiras.

Segundo a delegada, são frequentes também os casos de idosos que chegam ao local reclamando descontos oriundos de empréstimos feitos em seu nome sem autorização dos mesmos.

“A orientação que nós damos é que ao fazer um empréstimo, sempre pegue uma cópia do contrato, que tenha uma data inicial e uma data final. É importante nunca realizar essas transações por telefone, evitar qualquer contato bancário que precise de confirmação, que não seja pessoalmente”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here