Brasil Violência

Criança torturada pela mãe perde unhas e parte do intestino

Menina é levada a hospital sem unhas do pé, em Goiânia, Goiás. FOTO: Reprodução/TV Anhanguera

A mãe da menina de 2 anos que foi levada a um hospital de Goiânia sem duas unhas e com ferimentos pelo corpo foi indiciada pela Polícia Civil, na sexta-feira (21), pelo crime de tortura. Segundo a delegada Marcella Orçai, a mulher de 25 anos, que está grávida, cometeu diversas agressões contra a própria filha, sendo que, na última vez, a criança teve de passar por uma cirurgia para retirar parte do intestino depois de levar uma pancada na barriga. As informações foram confirmadas pelo G1.

“A perícia afirmou que o trauma no órgão foi causado por uma contusão, ou seja, um chute ou soco, uma batida mais forte, que rompeu as veias da barriga da criança. Há indícios de que foi essa própria mãe que também tirou essas unhas da menina”, afirmou a delegada.

O nome da investigada não foi divulgado pela autoridade policial. Portanto, o G1 não conseguiu localizar a defesa dela. Em depoimento, segundo a delegada, a jovem negou que torturava a filha e disse que apenas corrigia a criança quando ela se recusava a comer.

Deixe um comentário