Cresce a produção de Motocicletas no Polo Industrial de Manaus

Cristóvão Marques Pinto
Cristóvão Marques Pinto

Da Redação – Balanço divulgado pela Abraciclo, entidade que abriga as montadoras de motocicletas, mostra que a produção do setor cresceu 13,2 % no mês passado, na comparação com fevereiro de 2013, quando a produção foi afetada com o período de carnaval. Já em janeiro, a produção de motos recuou 3,9%, somando 139,7 mil unidades.

Nesse caso, o calendário pesou contra estatísticas de fevereiro, já que o mês imediatamente anterior teve dois dias a mais de produção. Mesmo assim, houve avanço nas vendas de motocicletas, que cresceram 33,3% na passagem de janeiro para fevereiro, na contramão do comportamento negativo mostrado, por exemplo, no mercado de carros. No total de vendas no atacado, ou seja, das montadoras para as concessionarias, 138, mil motocicletas no mês passado, 13,8% acima do volume de um ano antes.

O presidente da Aficam Cristóvão Marques Pinto acredita que a oferta de emprego poderia ser maior, pois as empresas montadoras teriam que adquirir os componentes para a fabricação de motocicletas e similares, das próprias fabricas instaladas no Polo Industrial de Manaus, e não importando produtos da Asia, “ A importação de componentes ainda é o maior gargalo para a oferta de emprego na Zona Franca de Manaus, pois as industrias que recebem incentivo do governo federal e estadual, deveriam zelar pelos empregos criados aqui no PIM, e ao invés de adquirirem componentes importados deveriam valorizar a produção local, se criariam empregos aqui e não na China por exemplo” finalizou o presidente da Aficam.

O setor movimenta cerca de R$ 14 bilhões por ano, com as montadoras instaladas na PIM, onde desfrutam de vantagens fiscais na importação de peças. A Honda tem liderança no mercado, com 80% das vendas totais. Outros 10% estão com a Yamaha. // (Kennedy Lira)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here