CREA-AM divulga Nota de Repúdio contra tentativa de enlamear o Conselho e toda a categoria profissional

O presidente em exercício do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas, eng. pesca. Daniel Borges, publicou uma nota de repúdio contra a tentativa de enlamear o Conselho, o Presidente em Exercício e toda a categoria profissional, usando blogs sensacionalistas que sequer entram em contato com as partes envolvidas, como manda o bom jornalismo.

Ainda na Nota de Repúdio, o presidente em exercício esclarece que para um boleto ser baixado, precisa da ação de um servidor. E demonstra que não houve prejuízo material ao CREA-AM, ao contrário do que vem sendo divulgado sem apresentação de provas.

A Nota ressalta que a Comissão Eleitoral Regional já foi comunicada sobre a apuração preliminar do fato e já havia deliberado que “todos os profissionais que efetivamente pagaram boletos de anuidade de anos anteriores e/ou foram registrados após a data de 15 de junho de 2020, num total de 103 (cento e três), não integrariam a lista de aptos a votar nas eleições marcadas para o último dia 15 de julho de 2020, conforme Art. 53 da Resolução 1.114/2019”.

Por fim, explica que apenas profissionais e funcionários que trabalham diretamente na eleição (membros da Comissão Eleitoral Regional – CER e Mesários) estão proibidos de participar de campanhas de candidatos.

O CREA-AM segue à disposição de todos os profissionais do Sistema, da imprensa e da sociedade em geral para dirimir quaisquer dúvidas sobre o assunto.

Confira a nota na íntegra:

Nota de Repúdio

O CREA-AM repudia com veemência a atitude irresponsável de quem, tendo obtido clandestinamente relatório de apuração interna, deturpa os fatos. faz denúncia de algo que já estava sendo investigado e usa isso para enlamear o Conselho Regional, o Presidente em Exercício e toda a categoria profissional, mediante utilização de blogs sensacionalistas que sequer entram em contato para ouvir a outra parte.

Sobre os fatos em si, o CREA-AM ainda não utiliza baixa automática de boletos. Todo boleto é baixado manualmente, podendo ter como causa três hipóteses: conciliação bancária, depósito/transferência em conta, normalmente feito por meio do SIAFI, e a baixa a pedido do Profissional, quando demonstra urgência e o comprovante de pagamento. Os 582 (quinhentos e oitenta e dois) boletos diversos (taxas e anuidades) correspondem a 430 (quatrocentos ê trinta) inscritos no sistema, entre pessoa física e jurídica, sendo que, 506 (quinhentos e seis) boletos foram pagos e 76 (setenta e seis) cancelados por falta de pagamento, isto é, não houve prejuízo material ao CREA-AM, como vem sendo amplamente divulgado sem nenhuma prova.

A Comissão Eleitoral Regional – CER foi comunicada sobre a apuração preliminar e deliberou que todos os profissionais que efetivamente pagaram boletos de anuidade de anos anteriores e/ou foram registrados após a data de 15 de junho de 2020, num total de 103 (cento e três), não integrariam a lista de aptos a votar nas eleições marcadas para o último dia 15 de julho de 2020, conforme Art. 53 da Resolução 1.114/2019.

Apenas profissionais e funcionários que trabalham diretamente na eleição (membros da Comissão Eleitoral Regional – CER e Mesários) estão proibidos pela Resolução 1.114/2019, Art. 10, de participar da campanha de candidatos a cargos do Sistema. Por isso, é absolutamente legal que tanto o presidente em exercício quanto os demais conselheiros regionais e federais que não estejam compondo comissões eleitorais se manifestem em favor ou contra candidaturas. Só quem não conhece o Sistema desconhece isso.

O CREA-AM coloca-se à disposição de todos os profissionais do Sistema, da imprensa e da sociedade em geral para dirimir quaisquer dúvidas sobre o assunto.

Manaus, 16 de julho de 2020
Eng. Pesca. Daniel Borges
Presidente do CREA-AM em exercício

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here