Convenção do PSDB será 1º passo de Alckmin rumo candidatura ao Planalto

governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) assume neste sábado (9) o comando do PSDB na convenção nacional do partido, que será realizada em Brasília. O tucano vai se apresentar como uma opção de “mudança” para o governo do país e deve fazer críticas duras ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Segundo apurado pela Folha de S. Paulo, o discurso de Alckmin será feito em tom muito mais duro que o habitual, acusando Lula de querer “voltar à cena do crime”, além de responsabilizar o ex-presidente e o PT pela crise econômica.

“Lula será condenado nas urnas pela maior recessão da nossa história. As urnas o condenarão pelos 15 milhões de empregos perdidos, pelas milhares de lojas fechadas, sonhos desfeitos e negócios falido.”

Alckmin também deve responsabilizar Lula e o PT pela crise econômica. “Lula será condenado nas urnas pela maior recessão da nossa história. As urnas o condenarão pelos 15 milhões de empregos perdidos, pelas milhares de lojas fechadas, sonhos desfeitos e negócios falido”, diz o texto.

O governador de SP assume o poder no PSDB para tentar conter as divisões internas e costurar alianças para sustentar sua provável candidatura ao Palácio do Planalto em 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here