Saúde

Consumo de carne pode estar relacionado a doenças cardiovasculares

Ventrículos menores e artérias mais rígidas foram alguns dos problemas apresentados por pessoas que fazem um consumo regular ou exagerado de carne processada. FOTO: Pixabay

Um estudo feito pela Universidade de Londres em 19,4 mil pessoas, coordenado pela pesquisadora Dra. Zahra Raisi-Estabragh, indica que o consumo de carne pode ter impactos negativos na saúde. A conclusão se baseia em análises das funções cardíacas e hábitos alimentares dos pacientes, reporta o Vegazeta.

Ventrículos menores e artérias mais rígidas foram alguns dos problemas apresentados por pessoas que fazem um consumo regular ou exagerado de carne processada.

“Queríamos observar com mais detalhes o impacto da ingestão de carne em diferentes aspectos da saúde cardiovascular”, afirmou a Dra. Zahra Raisi-Estabragh.

A pesquisa analisou imagens por ressonância magnética cardíaca, para avaliar quanto sangue está sendo bombeado pelo ventrículo, foi avaliado também a elasticidade dos vasos sanguíneos.

O estudo, contudo, é observacional, o que quer dizer que não necessariamente comprova uma situação de causa e efeito, mas segundo a pesquisadora, diminuir o consumo desses alimentos pode fazer bem ao coração.

“Claro, isso tem que ser interpretado no contexto de outras evidências e outros estudos que consideram todos os diferentes aspectos da dieta, o que também pode influenciar o impacto da carne na saúde”, declarou a Dra. Tamanna Singh, co-diretora do Centro de Cardiologia do Esporte da Fundação Clínica de Cleveland, em Ohio, que também participou do estudo.

Segundo Singh, ela mesma segue uma dieta rica em vegetais e ingredientes integrais e aconselhou seus pacientes a fazerem o mesmo. (ANDA)

Deixe um comentário