Conselho Regional de Medicina faz alerta sobre o caos na saúde pública do Estado

Profissionais que trabalham diariamente na urgência e emergência das principais unidades de saúde de Manaus vão conceder entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 18/07, às 16h, no Conselho Regional de Medicina do Estado do Amazonas (CREMAM), com o objetivo de alertar a população para um possível caos na área da saúde do Estado, o que pode resultar em mortes de adultos e crianças.

De acordo com o Memorando Circular nº 12/2019-GSUSAM, a Secretaria de Estado da Saúde determina que todas as unidades de saúde do Estado, que possuem contratos com fonte de custeio do Tesouro Estadual, reduzam em até 25% TODOS OS SERVIÇOS prestados à população.

Além da medida adotada pelo Governo, soma-se que o sistema público de saúde já vive um cenário de desassistência, falta constante de insumos, superlotação, falta de medicamentos, falta de material necessário para o atendimento e realização de procedimentos cirúrgicos, estrutura precária que comprometem o exercício da medicina e colocam em risco a vida dos pacientes e todos os profissionais que cumprem jornada de trabalho dentro das unidades de saúde da capital.

Motivados pela preocupação e conscientes que saúde não se faz sozinho, os profissionais que atendem na ponta estarão à disposição dos meios de comunicação de Manaus para relatar de forma detalha e pontual os problemas crônicos da saúde do Amazonas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here