Comunidade visita Parque Estadual Sumaúma

A área de proteção serve para aprendizagem de estudantes das escolas do entorno e pesquisadores

A área de proteção serve para aprendizagem de estudantes das escolas do entorno e pesquisadores
A área de proteção serve para aprendizagem de estudantes das escolas do entorno e pesquisadores

O Parque Estadual Sumaúma está aberto de sexta a domingo para visitação. Por manter 53 hectares de mata nativa na cidade de Manaus, no bairro Cidade Nova, é considerado uma referência de preservação. Em setembro, ele completa 11 anos.

 
“O Sumaúma é nossa riqueza, nosso laboratório vivo”, afirma Tobias Rodrigues de Lima, 82, para explicar o que o parque representa para ele e os moradores da vizinhança. A área de proteção serve para aprendizagem de estudantes das escolas do entorno, e pesquisadores que buscam o local por conta da biodiversidade. Eles podem contar agora também com um centro de mídia e uma biblioteca.
 

 Em setembro, o Parque Samaúma completa 11 anos
Em setembro, o Parque Samaúma completa 11 anos

Além de percorrer trilhas ecológicas, e avistar macacos e pássaros, aos domingos, os visitantes podem tomar café da manhã durante o período de funcionamento de 6h às 12h. Nas sextas e sábados, o horário é das 6h às 18h.

 
O parque já se tornou uma boa opção de passeio na cidade de Manaus, em menos de um mês de abertura. A comunidade está aproveitando o espaço. Só no último domingo, mais de cem pessoas visitaram o local. Para o próximo (20 de Julho), esperamos mais de 50 escoteiros e cerca de 20 fiéis da Paróquia São Bento”, informa a titular da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SDS), Kamila Amaral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here