Comitê pede responsabilização dos envolvidos na malversação dos recursos da Saúde no AM

Por meio de Nota Pública, o Comitê do Amazonas de Combate à Corrupção e ao Caixa Dois Eleitoral, quer rapidez nas investigações e a responsabilização com a devida punição dos envolvidos no caso que envolve a compra de respiradores hospitalares e a malversação de recursos da Saúde pública no Amazonas.

De acordo com o documento, diante da gravidade apontada nas investigações realizadas, até então, pela Polícia Federal (PF), com a deflagração da operação Sangria, pelos órgãos de controle de contas e comissões do poder legislativo estadual, a sociedade amazonense necessita de respostas, com urgência, a fim de dar um basta aos abusos administrativos e possíveis crimes praticados por agentes públicos, onde são citados o governador e o vice, bem como profissionais do primeiro escalão do governo do Amazonas.

Com o agravante de que tais abusos e crimes foram cometidos no período da pandemia do coronavírus no Estado, num quadro de milhares de infectados e mortes, o Comitê pede a punição legal dos envolvidos e o imediato ressarcimento dos valores subtraídos aos cofres públicos.

Para o Comitê, a CPI da Assembleia Legislativa do Estado deve investigar a fundo esse novelo de corrupção. Que o Ministério Público Estadual – MPE proceda com eficiência e o Tribunal de Contas faça a análise necessária nas contas públicas da administração estadual e também nas contas dos municípios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here