Comarca de Itacoatiara realiza sua primeira audiência criminal por sistema de videoconferência

A audiência permitiu o interrogatório de um réu que se encontra detido em unidade prisional da capital. ─ Foto: Divulgação

A Comarca de Itacoatiara realizou sua primeira audiência criminal por videoconferência. O juiz Rafael Cró Brito, titular da 3.ª Vara da comarca, conduziu a audiência ocorrida ontem,  quinta-feira (20) e, com uso da tecnologia de comunicação a distância, um réu que está detido em uma unidade prisional de Manaus pôde ser interrogado.

O réu em questão é parte no processo n.º 0000216-74.2019.8.04.4700 que apura a suposta participação dele em crime de tráfico de entorpecentes.

Para o juiz Rafael Cró, a tecnologia utilizada é de suma importância para a celeridade processual e para outros fatores. “Podemos destacar sua pertinência na celeridade processual, na redução de gastos públicos com o transporte de presos para participar de audiências, e para a segurança dos agentes públicos envolvidos na logística deste transporte. Acreditamos que em estados como o Amazonas, onde a distância entre as comarcas é expressiva, o uso da tecnologia para videoconferência é extremamente válido”, afirmou.

Conforme o magistrado, o réu ouvido no processo em questão teve sua prisão decretada e precisou ser transferido para uma unidade prisional da capital em razão da instabilidade que poderia causar em uma unidade prisional do Município.

Além do juiz Rafael Cró Brito, participaram da audiência a promotora de Justiça Tânia Maria de Azevedo Feitosa e o advogado Lucas Marques Noé.

*Com informações da assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here