Coari sai na frente: é o primeiro município a regulamentar um conselho

adal coari

José Adalberto da Silva, dir. Sacem

O município de Coari (a 463 quilômetros de distância de Manaus) conquistou uma vitória através do seu Movimento Cultural que existe há mais de um ano. A Lei Municipal n° 593 do dia 26 de outubro de 2012 criou o Conselho Cultural de Coari. O Conselho Cultural foi uma conquista do Movimento Cultural de Coari, que é dirigido pelo coariense, autor, compositor, e membro da Sociedade de Autores-Compositores e Editores de Música (SACEM) José Adalberto da Silva, mais conhecido como Adal que vem lutando durante anos junto com outros artistas de Coari pelo resgate histórico do município.

O movimento conta com a mediação da Secretaria de Estado de Articulação de Políticas Públicas aos Movimentos Sociais e Populares (SEARP). O objetivo é criar um Complexo Cultural no município, lugar onde será implantado de acordo com Adal, uma galeria de artes, biblioteca, um museu, dentre outras atividades voltadas para a arte e música. Plano de trabalho do Conselho – No dia 9 de dezembro no auditório do campus da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) em Coari, aconteceráo “Grande Encontro Cultural” onde acontecerá uma grande discussão para a elaboração do plano de trabalho do Conselho de Cultura e onde serão homologados os 7 conselheiros e seus respectivos suplentes. Já no dia 20 de dezembro será a posse do conselho no Auditório Silvério Nery em Coari. Na ocasião o Prefeito Arnaldo Mituoso estará presente realizando seu último ato solene na atual administração que chega ao fim.

adal coari2

Adal expressou a gratidão dele e de todos do Movimento Cultural de Coari pelo prefeito Mituoso, por ele ter sancionado a lei. “Nós do movimento queremosparabenizar o prefeito por ter acatado nossa proposta, que proporcionou um grande passo de conquista para Coari”, disse o artista.

Planos – Adal será o presidente do conselho, e falou um pouco dos seus planos ao BLOGdaFLORESTA. “Nosso primeiro passo é capacitar os da nossa terra para poder capacitar os de fora”, relatou. Ele comentou ainda sobre as dificuldades de se fazer cultura no interior do Amazonas. “O secretário de cultura devia apresentar projetos que viabilizassem a cultura no interior, festa  passageira, mas se houver um apoio e investimento o Conselho vai poder fazer muito nesse sentido. Quero em 2 anos deixar um bom começo, instalar grupos de teatro, balé e uma orquestra nesse município”, contou.

O compositor disse ainda que conta com a ajuda do próximo prefeito na continuidade da atenção dada a implementação do Conselho, para que possa gerar o que o Movimento Cultural de Coari vem lutando. Parabéns ao Movimento Cultural de Coari, que nunca desistiu de lutar pel valorização da cultura amazonense, principalmente no interior do Estado, o qual muitas vezes é esquecido, parabéns a todos os artistas dessa terra linda. A luta continua!///Sara Matos

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here