Cinegrafista da Band Manaus é preso durante cobertura jornalística

Jackson Rodrigues foi tratado como um bandido
Jackson Rodrigues foi tratado como um marginal

Da Redação – O repórter-cinematográfico Jackson Rodrigues, da Band Manaus/TV Rio Negro, foi preso na manhã desta quinta-feira (27) quando realizava cobertura jornalística de um duplo homicídio ocorrido na avenida Carvalho Leal, bairro Cachoeirinha.

Segundo testemunhas, a ordem de prisão partiu do Tenente PM Carlos Eduardo Esteves Vedor, do Comando de Policiamento de Área Sul (CPA Sul), por supostamente ter ultrapassado a faixa de segurança, cujo fato teria irritado o oficial militar.

Os colegas de profissão fizeram um protesto em frente a delegacia
Os colegas de profissão fizeram um protesto em frente a delegacia

Os demais colegas de profissão que estavam com o cinegrafista afirmam que as alegações não procedem. Jackson Rodrigues, que tem mais de duas décadas na profissão, foi levado como um bandido ao 1º DIP e vai responder pelo crime de desacato a autoridade.

O oficial PM Carlos Esteves já é velho conhecido da justiça, onde responde a dois processos por disparo de arma de fogo e, ironicamente, desacato a autoridade.

É bom lembrar que os profissionais de imprensa apenas cumprem seu dever de levar a informação à população e por conta disso muitas vezes pagam com a própria vida, como aconteceu recentemente no Rio de Janeiro./// Roberto Brasil – Foto: Divulgação/Michael Dantas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here