Chico Preto fará oposição ao futuro governo do AM

“Fui vitima de uma campanha difamatória em redes sociais', destacou
Segundo Chico Preto, os dois candidatos são 'farinha do mesmo saco'
Segundo Chico Preto, os dois candidatos são ‘farinha do mesmo saco’

Da Redação – Nesta quinta-feira (09), a Executiva Estadual do Partido da Mobilização Nacional (PMN), por meio do seu representante deputado Chico Preto, anunciou que não irá apoiar nenhum dos dois candidatos ao Governo do Estado no segundo turno das eleições 2014. O motivo alegado é serem “farinha do mesmo saco” e diz que terá um papel de oposição.

Na nota lida à imprensa indicou que o PMN está consciente do importante papel desempenhado pela sua candidatura no pleito que foi a primeira a apresentar o plano de governo de forma democrática. “Em nenhum momento este partido se curvou ou se omitiu de denunciar o descaso perigoso que o atual governo vem empreendendo no Estado, com diversos casos de casuísmo eleitoral presentes”, afirmou Chico Preto.

Desta forma, o PMN em consulta com seus filiados e executivos decidiram que não irá apoiar nenhum dos dois candidatos neste segundo turno eleitoral. “Vamos dar continuidade ao projeto político de mudança, através da fiscalização, questionamentos e cobrança para com o próximo governo, para que este cumpra minimamente os compromissos assumidos. Confirmamos que o PMN acredita no seu projeto para o Amazonas e irá, a exemplo de sua historia, participar democraticamente de todas as ações políticas que levem o Amazonas para um futuro melhor para todos”, disse o presidente regional do PMN.

“Fui vitima de uma campanha difamatória em redes sociais', destacou
“Fui vitima de uma campanha difamatória em redes sociais’, destacou

O maior estelionato eleitoral no Amazonas

“Fui vitima de uma campanha difamatória em redes sociais e vejo confirmar a máxima de que a verdade é filha do tempo, disse Chico Preto. “Não precisamos nem quatro dias para ver as mascaras caírem e uma parte da farinha do mesmo saco ficou mais saborosa com o apoio anunciado pelo PSB em favor de Melo, é, na minha opinião, o maior estelionato eleitoral no Amazonas.

No jogo de ‘cartas marcadas’ Chico Preto disse: “Temos coragem para manter-nos independentes, com postura critica, mas é lamentável que uma maioria da população tenha sido vitima deste estelionato, não podemos defraudar as 30 mil pessoas que confiaram no nosso projeto. O PMN não precisa barganhar e será oposição por não haver convergência de programas e qualquer tipo de aproximação está descartada”.

“Um programa de abuso e uso de drogas ou o compromisso de um aumento de recursos ao setor primário dentre outros seriam pontos programáticos a estarem em consenso e no entanto não acontece isto. Portanto, temos a certeza de estarmos na postura correta”, conclui Chico Preto e anunciou irá trabalhar para o fortalecimento em Manaus do PMN visando a eleição de 2016. (Mercedes Guzmán – Fotos: Áida Fernandes)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here