Cetam ganhará 16 novos núcleos no Estado, com escolas de formação para a indústria e comércio, anuncia José Melo

Gov. José Melo
José Melo
José Melo

A qualificação para o mercado de trabalho será reforçada no Estado com a abertura de 16 novas unidades do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam). A medida foi anunciada pelo governador e candidato à reeleição José Melo (Pros) e faz parte do programa ‘Saber Fazer’. Segundo Melo, a projeção é que no futuro governo sejam abertas 40 mil vagas em cursos profissionalizantes na capital e interior.

No plano de expansão do Cetam, Melo prevê a construção de uma Escola de Formação para a Indústria, na zona leste, e outra especializada para o comércio e o setor de serviços, na zona norte da capital. No interior, o programa do governo José Melo estabelece a construção de 14 núcleos de ensino técnico profissionalizante. De acordo com o candidato, além de aumentar a presença do órgão de formação em mais municípios, serão oferecidos novos cursos atendendo demandas e vocações das cidades e as necessidades do mercado de trabalho.

“As empresas vão apresentar a demanda e o governo será cirúrgico. Vamos oferecer os cursos para atender os postos de trabalho. Hoje, ainda há uma grande dificuldade de formação para preenchimento de vagas e vamos atuar para resolver isso e melhorar ainda mais o desempenho na geração de empregos formais”, disse.

Com o ‘Saber Fazer’, o governo Melo planeja intensificar a formação dos estudantes do ensino médio e usar a estrutura das escolas da rede estadual, com cursos à noite. “Com a prorrogação da Zona Franca de Manaus novas empresas serão atraídas para cá, gerando novas demandas por profissionais de diversas áreas. Pensando nisso, nós vamos criar mão de obra especializada para ser absorvida por esse mercado. Isso vai representar o trabalhador de chão de fábrica ocupando cargos melhores dentro dessas empresas”, avaliou Melo, ao destacar que o mesmo preceito vai condicionar a oferta de cursos para o interior.

Criado em 2003, o Cetam avançou bastante nos últimos quatro anos, durante a gestão do ex-governador e agora senador eleito Omar Aziz (PSD) e José Melo. Nesse período foram ofertadas 396 mil vagas, sendo 272 mil na capital e 124 mil no interior. Os cursos técnicos são em nível médio, de qualificação profissional e inclusão digital.

“Buscamos a inovação ao reformular a programação de cursos do Cetam. Nós entendemos que mais do que oferecer vagas em cursos técnicos é preciso que o aluno seja inserido no mercado de trabalho. É nesse sentido que vamos continuar trabalhando e avançando”, enfatizou.

Projeto Oportunidade & Renda – Outra medida que vai continuar para os próximos anos é o projeto Oportunidade & Renda, lançado por Omar Aziz em 2012. Realizado pelo Cetam, a iniciativa atua na frente de profissionalização em cursos para o mercado de trabalho e na oferta de cursos para de empreendedorismo.

Ao término dos cursos, o participante é encaminhado para cadastro no Sistema Nacional de Emprego (Sine Amazonas), coordenado pela Secretaria Estadual de Trabalho (Setrab) e passa a disputar as vagas existentes para a área em que foi formado. Quem fez os cursos de empreendedorismo tem acesso a crédito através da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), com juros reduzidos e facilidade no pagamento.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here