Cerca de 700 pessoas já buscaram o edital de licitação para os transportes Alternativo e Executivo

alternativos-onibus

Encerra-se no dia 28 de março o prazo para os interessados na licitação para os serviços de transporte Alternativo e Executivo retirarem o edital na sede da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos – SMTU. Até a sexta-feira, 14, cerca de 700 pessoas já haviam retirado o CD com o documento na sede administrativa do SMTU, localizada na rua Macéio, n.° 850, Adrianópolis.Para  adquirir  o  edital,  é  necessário  o  pagamento  do  DAM  (Documento  de Arrecadação  Municipal),  no  valor  de  R$  50.  A  retirada  do edital somente será feita na sede administrativa, com a apresentação da cópia do DAM e do comprovante de pagamento anexo.

A  licitação  será  conjunta,  com  120  permissões  para  o transporte Executivo e 200  para  o Alternativo,  devendo  o  licitante  optar  por apenas um dos modais no momento em quer for entregar as propostas.

A entrega dos envelopes  contendo as propostas dos  candidatos  será feita no período de 31 de março a 04 de abril, no auditório da Prefeitura de Manaus, na Avenida Brasil, 2971, Compensa, de 8h30 às 12h30.

Os vencedores do processo de licitação assinarão um Contrato de Permissão com  duração  de  dez  anos,  que  poderá  ser  renovado  mais  uma  vez,  ou cancelado,  caso  o  permissionário  desrespeite  a Lei Municipal  nº  1.779,  de  17 de outubro de 2013, e o Decreto 2.639, de 05 de novembro de 2013.

Exigências

O  diretor-presidente  da  SMTU,  Pedro  Carvalho,  disse  que  os  critérios  de habilitação  e  classificação  especificados  no  edital  visam  à  seleção  dos melhores  profissionais.  Ser  autônomo,  possuir  CNH  da  categoria  D  ou superior e ter  menos  de  21  pontos  decorrentes  de  infrações  de  trânsito  são algumas das exigências feitas na primeira fase da abertura dos envelopes, que deverá determinar se o concorrente passará para a fase de classificação.

Como  critérios  de  pontuação e classificação  serão  considerados:  o  tempo  de habilitação,  idade  do  condutor,  pontos  na  CNH  nos  últimos  dois  anos, tempo de experiência no sistema de transporte coletivo e ter cursado ou não Direção Defensiva, Relações Humanas e Legislação de Trânsito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here