Cemitérios de Manaus estão prontos para o Dia de Finados

Mais de 500 servidores da Prefeitura de Manaus e 16 órgãos públicos estão mobilizados na organização do Dia de Finados, que acontece nesta quinta-feira, 2 de novembro. Trânsito, limpeza, fiscalização, policiamento, segurança e infraestrutura são os pontos de maior atenção do Executivo Municipal. Ao todo, são esperadas mais de 500 mil pessoas nos cemitérios urbanos da cidade. 

A ‘operação Finados’, que se repete todos os anos, busca imprimir o modelo de excelência da Prefeitura para eventos com grande mobilização popular. “É uma operação muito importante para o prefeito Arthur Virgílio Neto. A orientação é para que busquemos atender com muito cuidado os visitantes dos cemitérios, até porque é uma data simbólica, que mexe com o emocional e a tradição das famílias”, explicou o subsecretário de Gestão da Semulsp, Eisenhower Campos. 

Para melhor comodidade da população, um esquema especial foi traçado pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), para o transporte coletivo, que inclui a circulação de linhas extras, ampliação do itinerário e reforço da frota de linhas normais. Já a organização do trânsito da cidade, principalmente no entorno dos cemitérios, fica por conta do Manaustrans. 

A segurança, contenção de qualquer acidente e atendimentos de emergência, tanto na área externa, quanto dentro dos cemitérios serão feitos pela Polícia Militar de Manaus, Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Defesa Civil e Corpo de Bombeiros.  

Ações de atendimento as famílias e campanhas de orientação sobre trabalho infantil vêm sendo realizadas pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) durante as últimas semanas nos cemitérios locais. Já a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) participa com os equipamentos de som, palco e estrutura de apoio para a tradicional Missa Campal, que acontece no cemitério São João Batista. 

A Subsecretaria Municipal de Abastecimento, Feiras e Mercados (Subsempab) tem a responsabilidade de instruir e organizar as pessoas do comércio nos arredores dos cemitérios. É comum a venda de velas, flores e outros produtos nestas áreas no Dia deFinados. “A prefeitura não vai proibir que essas pessoas trabalhem no dia. Com o apoio e orientação da Subsempab devemos apenas organizar o comércio informal para que não haja nenhum tumulto”, pontuou Eisenhower Campos. 

Os cemitérios funcionarão de 6h da manhã, até às 19h, contando com missas, organizadas por paróquias de Manaus, de hora em hora. O cemitério Nossa Senhora Aparecida é a única exceção. Funcionará das 6h às 18h.

Limpeza reforçada 

A operação de limpeza nos cemitérios já se estende por 45 dias. Nesse período, mais de 300 toneladas de lixo já foram retiradas dos 10 cemitérios de Manaus. “São 150 trabalhadores atuando nesses locais. A determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto é que os cemitérios estejam aptos para receber a população com segurança”, comentou o subsecretário Operacional da Semulsp, José Rebouças. 

A programação de limpeza continua durante o dia de visitação, contando com 150 trabalhadores nos locais. Após o encerramento do dia, outros 150 trabalhadores serão mobilizados para a limpeza geral no entorno e nas quadras dos cemitérios. “Vamos ter limpeza também ao final do evento, após período de visitação dos locais. Já na sexta-feira, 3, novas equipes iniciam trabalho de limpeza nas quadras dos cemitérios”, revelou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here