Campeonato amazonense de luta olímpica bate recorde de participação com 110 atletas

MFD_5850

Aproveitando a boa fase que a luta olímpica vive em Manaus, 110 atletas participaram neste sábado, 15 de fevereiro, do Campeonato Amazonense 2014. Os combates aconteceram na quadra 2 da Vila Olímpica de Manaus e a competição serviu como seletiva para os campeonatos brasileiros Cadete e Júnior que acontecerão de 14 a 16 de março, no Rio de Janeiro.

O evento foi uma realização da Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva, Olímpica e Greco-Romana (Falle), com chancela da Confederação Brasileira de Lutas Associadas (CBLA) e apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (SEJEL). O campeonato contou com a presença da titular da SEJEL, Alessandra Campêlo, e do secretário executivo da pasta, Anderson Souza. 

"O Amazonas tem vários campeões brasileiros de luta olímpica e é respeitado no País inteiro", ressalto   Alessandra
“O Amazonas tem vários campeões brasileiros de luta olímpica e é respeitado no País inteiro”, ressalto Alessandra

UNIDAS NA LUTA – As irmãs gêmeas Luana Stephane e Evelin Caroline de Castro, 8, fizeram a final na categoria Escolar (7-8 anos). Com menos de um ano de treino, a pequena Luana conquistou subiu no lugar mais alto do pódio ao conquistar sua primeira medalha de ouro. “Foi muito maneiro e não achei difícil”, confessou a atleta que também é faixa amarela de jiu-jítsu junto com sua irmã. As duas são estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Firme na Fé, no Alvorada  2, Zona Centro-Oeste de Manaus.

Já a experiente Thalia Lopes (Top Life/Governo do Amazonas) não encontrou dificuldades para vencer Indara Mayara (Amazonas Clube da Luta). “Sempre é bom passar um pouco de experiência para os que estão começando e querem aprender”, disse a campeã, que agora intensifica os treinos visando o Brasileiro Cadete. “Estou preparada e vou buscar mais uma medalha”, frisou Thalia que em 2013 venceu todas as sete etapas do Torneio da Juventude.

As gêmeas Luana Stephane e Evelin Caroline de Castro estão unidas na luta
As gêmeas Luana Stephane e Evelin Caroline de Castro estão unidas na luta

PRIMEIRA CONQUISTA – Treinando luta olímpica há um mês, Raíssa Pimentel, 13, conquistou sua primeira medalha na categoria Escolar (13-14 anos) ao vencer Yasmin Oliveira por pontos. A iniciativa de ela começar a lutar luta olímpica partiu do incentivo de sua irmã, Andria Pimentel, que em 2013 participou de um intercâmbio da Europa e acumula alguns títulos no currículo. “Achei a luta difícil A minha adversária era muito forte, mas consegui vencê-la”, comemorou Raíssa.

De acordo com a secretária Alessandra Campêlo, o sucesso da luta olímpica no Estado é devido aos incentivos dos pais em apoiarem o filho na modalidade olímpica. “Graças a vocês (pais) e aos mestres, o Amazonas tem vários campeões brasileiros de luta olímpica e é respeitado no País inteiro”, ressaltou.

Segundo o presidente da Falle, Helton Henrique, o evento abriu o calendário de competições da entidade com chave de ouro e bateu recorde de atletas participantes. “Isso aconteceu graças a boa fase que a luta olímpica vive hoje tanto em Manaus quanto no Brasil”, destacou Helton.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here