Campanha de conscientização sobre a Psoríase começa neste domingo

campanha_psoriase

O Dia Mundial de Combate à Psoríase, 29 de outubro, será lembrado com uma intensa programação. Em Manaus, as atividades iniciam já neste domingo (27), na Ponta Negra, com uma caminhada de sensibilização sobre a doença. De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Wilson Alecrim, a campanha é uma realização da Sociedade Brasileira de Dermatologia/Regional Amazonas, e será executada com o apoio da Fundação Alfredo da Matta (Fuam) e Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT/HVD), ambas instituições do Governo do Estado, vinculadas à Secretaria de Estado de Saúde (Susam), e do Ambulatório Araújo Lima, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que atendem casos dermatológicos, como a psoríase.

Além da caminhada, haverá um stand com distribuição de folhetos educativos e profissionais da área da dermatologia prontos para dar informações sobre a doença. A coordenação do evento espera reunir pacientes, familiares, amigos e a população em geral para sensibilizar e informar sobre esta doença de pele crônica, não contagiosa, que atinge cerca de 3% da população mundial.

No dia 29 de outubro – Dia Mundial de Combate à Psoríase – serão realizadas palestras educativas no Auditório Damião Litaiff, sede da Fuam, a partir das 8h. Psoríase e doenças associadas, nutrição para pessoas com psoríase e os aspectos psicológicos ligados à doença serão os temas abordados.

“O evento é aberto aos pacientes de psoríase e seus familiares e também a toda população”, afirma Rossilene Cruz, médica dermatologista da Fuam e coordenadora da Campanha em Manaus. A programação também será realizada na FMT/HDV e no Ambulatório Araújo Lima.

A psoríase atinge pele e articulações
A psoríase atinge pele e articulações

Sobre a Psoríase – A psoríase é uma doença inflamatória sistêmica que atinge pele e articulações. “Inicialmente, considerava-se a psoríase uma doença onde ocorria uma multiplicação das células da pele de forma acelerada, com possível acometimento articular, onde o emocional era o fator agravante”, explica Rossilene Cruz. “Posteriormente, a psoríase passa a ser conhecida como uma doença da pele e articulações. Hoje, sabemos que é uma doença inflamatória sistêmica associada a outras doenças como hipertensão, diabetes, dislipidemia (altos níveis de gordura no sangue) e até síndrome metabólica”, completa a médica.

As manifestações da psoríase na pele são causa frequente de discriminação e isolamento social, já que muitas pessoas desconhecem que se trata de uma doença não contagiosa. “Muitos pacientes têm dificuldade de inserção no mercado de trabalho e consequentemente implicações socioeconômicas importantes”, destaca Rossilene Cruz.

Na Fuam, em doze anos de atendimento a pessoas com psoríase, já foram diagnosticados cerca de 2.500 casos da doença. Em 2012, foram registrados 247 pacientes.

A doença não possui um perfil único, podendo atingir homens e mulheres, de idades variadas. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, as causas da psoríase ainda são desconhecidas, mas pesquisas demonstram que em 30% dos casos, há fatores genéticos envolvidos. Além disso, fatores emocionais também são considerados relevantes para a manifestação ad doença.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here