Cabo Maciel cobra do governo pagamento das promoções de policiais

Dep. Cabo Maciel

A efetivação de promoções de policiais e bombeiros militares até o momento não cumprida pelo governo do Estado do Amazonas foi duramente criticada pelo deputado estadual Cabo Maciel (PR), da tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), na manhã desta terça-feira (23).

O deputado cobrou uma posição do governo, uma vez que a Secretaria de Estado de Administração (SEAD) deveria ter feito o fechamento da folha de pagamento com todas as correções nas novas graduações, mas não o fez, alegando falta de recursos financeiros.

Segundo Cabo Maciel, a folha fechou no dia 12 de outubro e os policiais militares não vão receber seus vencimentos conforme sua nova patente ou graduação. “Quero pedir ao governo do Estado que possa efetivar o pagamento, pois não adianta vir com folha extra, que não vai surtir o efeito necessário. É necessário que se faça essa correção até como fator de justiça. É um absurdo, já não pagaram o retroativo de 2014 a 2018 nas promoções ocorridas. Todas as promoções feitas a sargentos e aspirantes, além do auxílio fardamento não aconteceram”, lamentou Maciel.

Tabatinga

Maciel denunciou ainda problemas no comando da Polícia Militar no município de Tabatinga (distante 1.108 km da capital). Segundo ele, o comando da PM perdeu totalmente o controle e a essência de se fazer Segurança Pública devido a troca complicada ocorrida na corporação.  

Para explicar o que aconteceu, Maciel revelou que “há um tempo atrás, foi exonerado do Comando da Polícia de Tabatinga o major Herlon Gomes assumindo em seguida o tenente-coronel Nilo Correa, indo para o município como major, através de promoção graciosa como um prêmio para ele assumir o cargo, até pelo fato de Tabatinga ser muito distante. Hoje, Tabatinga está sem comando. O major Herlon assumiu com secretário de Segurança Pública e Defesa Social de Tabatinga. Também tomou posse o sub-secretário Magno Souza”.

Maciel mandou um recado para Herlon, que é quem realmente vai comandar em Tabatinga, para que ele não persiga os policiais militares, pois ele vai estar atento sob o que acontecer contra a tropa e tomar as devidas providências.

Novo Remanso

Cabo Maciel, finalizando, denunciou que foram destinados para o Distrito de Novo Remanso, município de Itacoatiara, mais de R$ 6 milhões para a recuperação da estrada que dá acesso ao Distrito e a obra está parada. “Estou solicitando á minha assessoria que levante o valor da obra, o nome da empresa, o período da obra, que neste sábado estarei na estrada para saber por que a obra está parada a mais de trinta dias”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here