Belão condena “fake news” e elogia reajuste aos professores

Imagem: Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook

Diante de absurda postagem (fake news) que circula nas redes sociais buscando denegrir a posição de vários parlamentares que, na verdade, na sessão plenária da última sexta-feira (6) da Assembleia Legislativa, votaram a favor da mensagem do governador Amazonino Mendes (PDT) que reajustou em 24,91% os salários dos professores da rede estadual de ensino, o deputado Belarmino Lins (PP), 2º Vice-Presidente da Aleam, esclarece o seguinte:

“Em nenhum momento o Governo do Estado fechou os canais de negociação com as entidades representativas dos professores e operadores da Educação no Amazonas. Ao reverso disso, procuraram construir o máximo que o Governo pudesse assumir e que a categoria pudesse assimilar para poder receber com segurança. Daí o Governo do Estado, com as entidades autorizadas, chegaram a um entendimento nas negociações, de tal forma que a Assembleia Legislativa, sem proselitismo, aprovou a mensagem governamental que estabeleceu o reajuste escalonado que garantirá ao Governo o cumprimento da sua obrigação para com os servidores da Educação e que vai assegurar ao servidor a percepção mensal dessas vantagens que lhes serão destinadas com o reajuste proporcionado pela lei.

É isso o que nós desejávamos convergir para o entendimento macro e pudéssemos superar as divergências entre entidades de classe e setores técnicos do Governo. Com isso, ganharam todas as atividades profissionais da Seduc, assim como outros órgãos conseguiram alcançar, os peritos, a Polícia Civil, os escrivães e outros. Enfim, o governador Amazonino Mendes tem avançado na medida do possível e na capacidade dele de honrar os seus compromissos. Estão de parabéns todos os abnegados servidores e todo o corpo docente da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), que dedicam sua capacidade, sua inteligência, no ensinamento das gerações do presente e do futuro do nosso Amazonas. A todos os PARABÉNS do amigo Deputado Belarmino Lins (PP)”.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here