Barbosa deve decretar prisão de João Paulo Cunha nesta semana

Min. Joaquim Barbosa / Dep. João Paulo Cunha
Min. Joaquim Barbosa / Dep. João Paulo Cunha

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, deve decretar a prisão do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) nesta semana. Barbosa reassume o cargo nesta segunda-feira (3) após quase um mês de férias e compromissos oficiais na Europa.

Barbosa saiu de férias no começo de janeiro, mas interrompeu o descanso por conta de compromissos oficiais em Paris e Londres, onde se reuniu com juristas, autoridades e proferiu palestra sobre a Justiça brasileira.

Antes de deixar a função, decretou o fim do processo do mensalão para o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), um dos condenados do processo do mensalão que permanece em liberdade, mas não expediu o mandado de prisão.

Os ministros Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski, que assumiram a presidência do tribunal provisoriamente por conta da ausência de Joaquim Barbosa, não tomaram nenhuma decisão sobre o caso. Durante a viagem, Barbosa chegou a criticar os colegas de tribunal por não terem assinado a ordem de prisão do parlamentar, mas ninguém se envolveu na polêmica.

Na Europa, Barbosa também comentou uma entrevista dada por João Paulo Cunha, que criticou a atuação do presidente do Supremo. O magistrado afirmou que não ficaria “de conversinha com réu” e afirmou que, na opinião dele, a imprensa dá espaço indevidamente a condenados e que eles deveriam permanecer no “ostracismo”./// G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here