Bandidos aterrorizam na Redenção e população cobra policiamento efetivo

Da Redação – Moradores do bairro Redenção, zona Centro-Oeste de Manaus, cobram mais segurança, pois a Polícia tem dificuldade no combate aos criminosos existentes naquela área. Esse registro aconteceu neste sábado (07), durante a ação social realizada pelo Projeto Amigos Solidários na Rua D, 53A, em parceria com a Igreja Ministério Internacional Semente de Salvação, onde foram disponibilizados serviços de saúde e embelezamento.
“Tem muito assalto nas ruas tanto de madrugada quanto de noite. Queremos que volte a Ronda do Bairro, especialmente para vigiar os becos”, afirmou a moradora Francineide Nascimento.

Carlos Pedro de Lima também reclama da insegurança generalizada na área. “A igreja foi assaltada duas vezes. Estou aqui todos os dias e vejo os assaltos acontecerem, especialmente na parada do ônibus. Esta é uma área vermelha e até a Polícia tem medo de perder o seu carro. A gente o que pode fazer, me diga?”, questiona.

“Moradores vivem presos em casa e bandidos andam soltos”

O pastor Edison Castro Miguel afirmou que a falta de segurança causa medo. “A insegurança é geral. Somente na minha casa os bandidos entraram duas vezes. Aqui na igreja também entraram, levaram coisas. Um pastor de outra igreja aqui perto é sargento [PM] soube do ocorrido e não tomou partido em nos ajudar. Não sei por que? Talvez medo das consequências”, afirmou.

Ele afirma que a situação chegou a um ponto onde os criminosos têm mais poder que a policia ou a própria justiça. “Não adianta prender. Sabemos que nossas leis não funcionam. Não adianta cobrar dos pequenos se sabemos que os grandes estão roubando. Os traficantes estão soltos e nós vivemos presos com medo. Precisamos de providencias, alguém assumir a responsabilidade. Não podemos mais andar nas ruas”, frisou.

O religioso relatou ainda que de vez em quando ainda passa uma viatura da Polícia, mas só faz tocar a sirene para alertar e fazer os ladrões correrem. “Ninguém vê mais policiais na rua. Eles não saem do conforto do ar-condicionado ou estão no WhatsApp. Queremos uma Polícia atuante, pois estamos comprando celular para os bandidos e temos que viver trancados em nossas casas com medo”, finalizou.

Texto e Fotos: Mercedes Guzmán

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here