Balsas são apreendidas pela Marinha e travessia é bloqueada na Ceasa

Foi registrado mais de um quilômetro e meio de fila
Foi registrado mais de um quilômetro e meio de fila

Balsas que interligam Manaus a cinco municípios do interior foram apreendidas pela Marinha, nesta sexta-feira (20). A apreensão ocorreu por conta de irregularidades encontradas. Muitos carros ficaram parados e houve reclamação de pessoas que aguardaram por horas para fazer a travessia até o Careiro. Com o ocorrido, a fila de veículos que aguardavam a travessia chegava a aproximadamente 1,5 km.

Segundo informações, duas embarcações foram apreendidas na quinta-feira (19) e outras três nesta sexta-feira (20). De acordo com o repórter fotográfico, Jean Carlos Santiago, os passageiros estavam aguardando a travessia desde às 7h da manhã. Por volta das 14h, uma terceira embarcação, única que realizava a travessia de veículos pequenos, foi apreendida no município de Careiro.

Jean relata que duas embarcações foram disponibilizadas depois que um vídeo dele chegou ao governador Amazonino Mendes (PDT).

“Ligaram para o secretário Sidney Leite, que passou a informação ao governador. Foi uma pressão que fizemos, não havia mais para quem apelar”, disse.

Ele ressalta que, com a travessia atrasada, haverá ainda o desafio de atravessar a BR-319. “Vamos atravessar a BR 319, que é complicada. Sem a balsa, foi tirado o nosso direito de ir e vir”.

Prejuízo

O prejuízo atinge também o transporte de mercadorias. De acordo com o caminhoneiro Roberto Corrêa, que espera na fila desde o meio-dia, a principal preocupação é com a carga de alimentos perecíveis.

“Meu destino fica a 70 km daqui. Tenho frangos armazenados que precisam de gelo para serem mantidos. Vai sair caro se estragar”, explicou.

As embarcações enviadas no fim da tarde realizam o transporte de passageiros para o município de Careiro da Várzea. Por conta do ocorrido, o serviço funcionará até meia-noite. / Por Em Tempo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here