Balcão de agronegócios negocia venda de 15 toneladas de tambaqui

(Foto: Divulgação)

O Balcão de Agronegócio da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) intermediou 15 toneladas de tambaqui da despesca do produtor da fazenda Minas Gerais (a 204 km de Manaus) na AM 010. Os peixes foram negociados com o frigorífico Frigonorte, localizado no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus.

De acordo com o engenheiro de pesca, gerente da cadeia produtiva de pescado da ADS, esta é a segunda vez que o Balcão faz a intermediação da despesca na Fazenda Minas Gerais. “A primeira vez foi só um complemento, pra atender a demanda local de tambaqui”, disse.

Tomás explica, ainda, que a ação é uma atividade corriqueira, e que a parceria do proprietário com a agência é uma tentativa de obter o melhor preço para o consumidor final. “Na primeira despesca o peso dos tambaquis estavam entre 2,5 quilos, agora, eles variaram de 3,2 quilos a 3,5”, destacou o engenheiro de pesca.

O proprietário do local, produtor Jéferson Schneider, afirma que mantém mais de 80% da área como reserva conforme o Código Florestal. De acordo com ele, seu sistema de criação é abastecido por gravidade, ou seja, a distribuição da água aos viveiros é feita por meio de canais abertos ou por tubulação.

Outras negociações

No mês passado, o Balcão entregou 20 toneladas de melancia na sede da Distribuidora e Supermercado Nova Era, na zona Norte de Manaus, resultado da negociação da ADS entre o estabelecimento e um produtor do município de Careiro da Várzea (a 25 quilômetros da capital).

De acordo com o comprador de Frutas, Legumes e Verduras (FLV) do supermercado, Itauna Carvalho, a parceria entre o Nova Era e a ADS para a venda direta dos produtos rurais ocorre há dois anos, mas teve seu desempenho melhorado, significativamente, neste ano.

“Estamos tendo ótimos resultados com essa parceria. A mercadoria é desembarcada aqui na sede e, logo depois, é distribuída nas outras unidades, como o Nova Era da Compensa, do Shopping Via Norte e Grande Circular, além da distribuição dos produtos nas filiais da rede”, disse Itauna.

Além do Nova era, o Balcão de Agronegócios tem em sua carta de clientes/parceiros os supermercados: DB, Big Amigão Carrefour, Baratão da Carne, Nova Era Atacado, Supermercado Vitória, Assaí Supermercados, Atacadão, Cachaçaria do Dedé, Makro, Oasis água de coco, Qualipopas e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Este ano, conta ainda com 16 fornecedores cadastrados e mais de 13 municípios participantes do programa.

Processo de intermediação

Mário Moura explica que a agência tem a missão de preparar o produtor rural para as negociações diretas com o comprador. “Por meio do Balcão de Agronegócios, o produtor passa a vender o seu próprio produto, retirando da cadeia de comercialização o atravessador, que são os comerciantes livres e que atuam na função de repassar o produto para outros compradores”, disse.

Ele afirmou ainda que, a partir do momento que o atravessador não tem interferência na negociação, o produtor consegue lucrar mais e vender os produtos em um preço em conta.

A ADS é vinculada ao Sistema da Secretaria de Produção Rural (Sepror).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here