Avião cai em barranco durante pouso e deixa feridos

Vítimas tiveram ferimentos leves, segundo os bombeiros; jato médico chegava em Diamantina para buscar paciente ─ Foto: Divulgação / CBMMG

Um jato médico caiu em um barranco enquanto tentava pousar na cidade de Diamantina, a 290 km de Belo Horizonte, na manhã deste sábado (2). Uma médica, um enfermeiro, um piloto e um co-piloto estavam na aeronave. Segundo os bombeiros, ao menos três deles tiveram ferimentos leves. A informação é do R7.

O avião chegava na cidade para buscar um paciente quando saiu da pista do Aeroporto Juscelino Kubitschek. Inicialmente, o Corpo de Bombeiros divulgou que tratava-se de uma pessoa com Covid-19, mas a empresa responsável pelo voo informou que o atendimento tinha cardiopatia. As causas do acidente vão ser investigadas pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).

“Os militares nesse momento, monitoram a aeronave que se encontra com as turbinas ligadas. Eles aguardam o combustível ser consumido por completo e realizam a prevenção de incêndio e explosão. A infraero e a Aeronáutica foram acionadas”, informou o Corpo de Bombeiro em nota.

O jato pertence à empresa Brasil Vida Taxi Aéreo. A companhia informou que parte da equipe que estava no avião vai ser levada para acompanhamento médico em Goiânia. A empresa ainda destacou que presta apoio aos envolvidos.

“O avião opera com manutenção rigorosamente em dia, sob responsabilidade de empresa devidamente certificada. A empresa foi contratada para uma missão particular no município e enviou outro avião para o atendimento – que já foi realizado”, destacou a Brasil Vidas Set em nota.

O avião envolvido no acidente é um 31A da Learjet, fabricado em 1995. Ele tem capacidade de transportar até oito passageiros. Segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a empresa tinha as autorizações necessárias para voar e realizar o serviço de transporte aeromédico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here