Auxílio Emergencial: quem estava na fila para receber 1ª parcela poderá sacar a partir de julho

Os mandados da primeira fase da Operação foram cumpridos desde a última segunda-feira ─ Foto: Guilherme Dionízio/Estadão Conteúdo

A Caixa Econômica Federal informou neste sábado que os 4,9 milhões de beneficiários que estavam na fila para receber a primeira parcela de R$ 600 do auxílio emergencial poderão sacar os recursos em espécie a partir de 6 de julho. O calendário leva em conta o mês de aniversário, começando por aqueles que nasceram em janeiro. Nos dias seguintes, até 18 de julho (com exceção do dia 12, um domingo), será a vez dos beneficiários que fazem aniversário nos meses seguintes.

Na sexta-feira, o Ministério da Cidadania havia informado que a Caixa fará o crédito nas poupanças digitais abertas em nomes dos trabalhadores a partir da próxima terça-feira, para os nascidos entre janeiro e junho. No dia seguinte, os recursos serão depositados para os beneficiários nascidos entre julho e dezembro.

Caso os recursos das poupanças digitais não sejam usados para pagamentos por meios eletrônicos, eles serão transferidos automaticamente para as contas indicadas pelos beneficiários, que poderão fazer o saque a partir de 6 de julho. Segundo a Caixa, esta nova leva de pagamentos totalizará R$ 3,2 bilhões. Ao todo, foram analisados 8,9 milhões de pedidos de inclusão na lista de beneficiários do auxílio emergencial.

Além disso, cerca de 8,3 milhões trabalhadores que já receberam a primeira parcela do auxílio, em maio, ainda aguardam a liberação da segunda. Eles também esperam que a Caixa libere, em breve, as datas de seus pagamentos.

Seja como for, o governo já esclareceu que todos os que se inscreverem para receber o auxílio emergencial até o início de julho terão direito a três parcelas de pagamento, caso sejam considerados elegíveis aos benefício (se os dados forem aceitos pela Dataprev, a quem cabe processar os requerimentos).

Segunda parcela

A Caixa também liberou neste sábado o saque em dinheiro da segunda parcela do auxílio para trabalhadores nascidos em dezembro. Serão contemplados 2,5 milhões de trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEIs) e desempregados sem seguro-desemprego, todos sem Bolsa Família, que se cadastraram pelo site do banco (caixa.gov.br) ou pelo aplicativo Caixa / Auxílio Emergencial.

Com isso, o banco encerrará o calendário de liberação do saque em dinheiro da segunda parcela para este grupo, que teve contas poupanças digitais abertas pela instituição financeira.

Por EXTRA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here