Artur Neto defende valorização do PIM durante premiação

(Foto: Mário Oliveira / Semcom)

O prefeito Artur Virgílio Neto defendeu uma maior valorização do Amazonas e do Polo Industrial de Manaus (PIM) durante a premiação Industrial do Ano, organizada pela Federação das Industrias do Estado do Amazonas (Fieam) e realizada na sexta-feira, 24/5, à noite, no Clube do Trabalhador Sesi, na zona Leste da cidade.

Durante seu discurso, que marcou o encerramento do evento, o prefeito que estava acompanhado da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, destacou a importância da região para o mundo e o quanto é importante a permanência do PIM para garantir a preservação da floresta.

“Estamos falando de algo de interesse mundial, a região mais brilhante e talvez a última fronteira de desenvolvimento que possa contar esse país, porém o Brasil ainda não entendeu isso. Mas que deve saber fazer uma governança muito inteligente, competente e nítida em defesa desta região para com urgência se preservar um dos polos industriais mais relevantes do país, que protege a maior parte da floresta amazônica”, afirmou o prefeito.

Este ano, o prêmio Industrial do Ano foi concedido a Roberto Graziano, do grupo Magnun e o de Empresa Exportadora, a Recofarma Indústria do Amazonas. Na categoria Microindustrial do Ano, o agraciado foi Schurbert Pinto, fundador da Pharmakos da Amazônia.

Durante o evento, o prefeito de Manaus entregou a Medalha de Ordem do Mérito Industrial Moyses Israel, ao desembargador do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Flávio Humberto Pascarelli.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here