Arthur Virgílio pede esclarecimento sobre os riscos dos custos serem repassados aos consumidores devido aos prejuízos das empresas de energia

05.11.2015.AVB

Diante das perdas bilionárias das empresas brasileiras do setor de energia devido à crise energética, o vice-líder da Oposição, deputado federal Arthur Virgílio Bisneto (PSDB-AM), membro titular da Comissão de Minas e Energia (CME) da Câmara dos Deputados, pediu explicações ao Ministério de Minas e Energia (MME) sobre a possibilidade de mais prejuízos aos consumidores brasileiros.

O pedido foi feito com base nas informações publicadas na imprensa de que a crise energética, além de levar à importação de combustíveis, trouxe perdas bilionárias para as empresas brasileiras como a Eletrobras, a holding de energia estatal.

Pelos dados da CCEE, mercado de liquidação que faz um balanço do que cada empresa tem a receber e a pagar, a estatal de energia teve déficit de R$ 7 bilhões entre 2003 e agosto de 2015.

Mas, na prática, a conta não ficou com a empresa. Foi repassada para quem comprou energia de meios alternativos (eólicas, por exemplo) e da hidrelétrica de Itaipu, que repassou o custo extra ao consumidor.

“A conta de luz está pesando no bolso do brasileiro. A Eletrobras teve um prejuízo de R$ 7 bilhões. Agora o governo quer que a conta seja repassada ao consumidor, mais um aumento? Sem falar que o Amazonas sofre de constantes quedas de energia. Um absurdo o povo ser penalizado com aumentos constantes quando a oferta é escassa. Mais uma do governo Dilma contra o Amazonas”, declarou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here