Arthur Bisneto: Alckmin não tem um pingo de condições de debater com o prefeito Artur

Foto: Luciano Farias
Foto: Luciano Farias

O presidente do diretório estadual do PSDB, Arthur Virgílio Bisneto, tem se mostrado desapontado com a forma que a direção nacional do partido tratou a pré-candidatura à presidência do prefeito de Manaus, Artur Neto. Em entrevista exclusiva à equipe do Blog da Floresta ele explicou quais eram os planos do seu pai.

– Tirar da página policial e botar o PSDB discutindo problema de seca no Nordeste, discutindo Zona Franca no Amazonas, discutindo problema de segurança pública pelo país, a ideia do prefeito Artur era essa, e no final a gente sabe que o Alckmin provavelmente seria o vencedor – disse o chefe da Casa Civil manauara.

Mesmo vendo em Geraldo Alckmin um forte candidato a presidência da república, Bisneto acredita que o atual governador de São Paulo não seria pário para o prefeito de Manaus em um possível embate de ideias.

– Eles ficaram com medo de perder no debate, obviamente, porque o Alckmin não tem um pingo de condições de debater com o prefeito Artur – afirmou o deputado estadual licenciado.

Apesar do descontentamento com a cúpula sulista do PSDB, Bisneto vislumbra grandes possibilidades de fortalecer ainda mais a base do partido em âmbito nacional com as eleições que ocorrerão ao final deste ano.

– Nós teremos uma chapa das maiores para deputado estadual. Teremos pelo menos um deputado federal, mas com grande possibilidade de dois deputados federais. Nós elegeremos apoiando, ou do partido, um senador, pelo menos, provavelmente nós vamos eleger os dois senadores e nós vamos fazer o governador do estado do Amazonas – cravou Bisneto.

Já sobre a eleição presidencial, Bisneto não parece estar tão otimista assim, segundo ele, o enorme número de candidatos fazem um contraste gritante com a ausência de boas opções para o país

– Eu gostaria de ter um presidente da república que abrasasse o Brasil como um todo, alguém que tivesse a sensibilidade de saber que cada região tem seu potencial, que o Amazonas precisa do Polo Industrial de Manaus, que o Nordeste precisa da transposição do Rio São Francisco de uma vez, que tem que acabar com esse tipo de problema para criar um Brasil melhor para todo mundo – finalizou Artur Bisneto.

Por: Luciano Farias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here