Arena da Amazônia é citada em delações da Odebrecht por superfaturamento

Da Redação – Segundo o site G1, delatores da empreiteira Odebrechet apontaram as obras da Arena da Amazônia e de outras realizada em pelo menos dez estados, além do Distrito Federal, por fraudes em licitações, superfaturamento, pagamento de propinas, entre outra irregularidades.

No caso específico da Arena da Amazônia, em Manaus, houve superfaturamento nas obras. O valor inicial orçado em R$ 499 milhões teve um aumento de 34%, ou seja, chegou ao seu final custando aos cofres públicos R$ 699,5 milhões.

Na licitação da cobertura do estádio, houve um acordo entre a Odebrecht e a Andrade Gutierrez, responsável pela obra na época, fato que afastou qualquer outro tipo de concorrente.

(Roberto Brasil, com informações G1)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here