Áreas Verdes cada vez mais invadidas e poder público parece estar de olhos fechados

posto1

A cidade de Manaus ainda é detentora de um dos mais belos legados de flora. As áreas verdes, áreas de preservação que deveriam ser “preservadas” estão sendo invadidas e quando falamos “invadidas” não são apenas por cidadãos, que não tem como adquirir um cantinho para viver dignamente com suas famílias.

posto2

posto3

posto4

Empresários e pessoas com alto poder aquisitivo, inclusive vindas de outros estados, chegam e se apropriam dos lugares mais bonitos em esquinas espalhadas pela capital amazonense.

O caso é percebido em vários pontos da cidade, como por exemplo na Avenida Passarinho, Bairro Galiléia, zona norte de Manaus, onde está sendo construído um posto de gasolina em uma área verde. A construção está a todo vapor e o mais impressionante é que no lugar há uma placa de licenciamento da Prefeitura de Manaus, como prova da autorização para a construção do empreendimento.

 

motel1Outro exemplo claro é a ampliação do muro de um motel por nome Love Star também localizado na zona norte de Manaus, na rua 181, núcleo 15, Cidade Nova. O motel já existe no local há mais de 3 anos e moradores das redondezas denunciaram ao BLOGdaFLORESTA que a construção do muro estaria invadindo uma área verde.

motel2

Um comerciante que mora há 12 anos no local e não quis ter o nome divulgado por medo de represálias, contou ao BLOGdaFLORESTA que o dono do motel é maranhense e tem planos de ampliação para o tal empreendimento. Em meados de setembro ele colocou vários trabalhadores para levantar um muro ao lado do motel, invadindo mais ainda a área que segundo o morador era considerada área verde. “O trabalho para levantar esse muro era de dia e noite, lembro também que até setembro as placas identificando ser área de preservação ainda estavam ai”, diz o comerciante.

motel3

Dona Rute Moreira, 47, mora no local há mais de 18 anos e contou para nossa reportagem que onde o “novo muro” foi construído seria uma praça para o entretenimento da população da Cidade Nova. “Desde quando vim morar pra cá sabia que esse terreno era área verde. Lembro que havia um projeto para a construção de uma praça, mas agora que não será construída mesmo, pois, com certeza o dono do motel vai fazer aumentar isso ai”, disse a dona de casa.

Lembrando que o BLOGdaFLORESTA recebeu as denúncias, se dirigiu aos locais e registrou o relato dos moradores.///SARA MATOS/Fotos: ETHYENNE FRANÇA

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here