Após avistamentos, Marinha dos EUA muda regras para relatar aparições de OVNIs

(Imagem: Reprodução)

Como costuma acontecer a cada duas ou três décadas, os militares precisam se ajustar aos novos tempos. E, no caso da Marinha dos Estados Unidos, esses ajustes significam mudar as regras para reportar o avistamento de um OVNI.

A anúncio de que o órgão militar iria atualizar seu formulário para reportar o avistamento de OVNIS foi feito na quarta-feira passada (24). O que levou a essa atualização foi o fato de, nos últimos meses, pilotos terem avistado diversas vezes objetos voadores altamente tecnológicos passando por entre suas formações de voo e treinos militares.

De acordo com Chris Melton, ex-assistente do Secretário de Defesa dos Estados Unidos e que atualmente trabalha junto ao Comitê de Inteligência do Senado, a iniciativa de atualizar o sistema partiu dos próprios pilotos, que querem tirar a estigma existente sobre a observação de OVNIs e fazer com que qualquer militar se sinta seguro em reportar a seus superiores o que viu, por mais estranho ou inacreditável que pareça, além de tornar mais simples e rápida a investigação de qualquer aparição de um OVNI.

De acordo com Joseph Gradisher, porta-voz da Marinha dos Estados Unidos, tanto a Marinha quanto a Aeronáutica foram informadas de diversos casos de corpos voadores estranhos em espaço aéreo controlado por militares nos últimos anos e, por motivos de segurança, sempre investigou a sério cada uma desses avistamentos.

Há a necessidade clara de se eliminar o estigma sobre o avistamento de um OVNI (sigla para Objeto Voador Não-Identificado) do meio militar, principalmente por motivos de segurança. Apesar de o senso comum rapidamente associar a sigla com atividades extraterrestres, ela não é exclusiva para os chamados “discos voadores”, mas para qualquer objeto que possa ser visto sobrevoando um local e que não é possível identificar exatamente o que ele é — como, por exemplo um hipotético drone espião desenvolvido por algum país inimigo.

fonte: cnet

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here